quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Realidade de Estado

Medrosos, covardes, cúmplices ou simplesmente omissos... Qual ou quais destes adjetivos melhor definiria a maioria dos pais de alunos da rede pública estadual de ensino?
É vergonhoso! Crianças de 10,11 e 12 anos de idade tendo que conciliar: estudo e limpeza na mesma escola.
Não que eu seja contra o repasse de valores ou normas de higiene na rede de ensino, pois deve ser obrigatório é necessário. Desde que as crianças não tenham que fazer a “limpeza escolar” por falta de funcionário; pelo fato do estado não ter interesse de contratar ou realizar concurso público que preencha o quadro de funcionário exigido pelo sistema.
Pois é saber que no ano seguinte o montante de dinheiro distribuído para manter prefeito, aliados é significativo, e que tal ato não respeita o bem estar ou os direitos da classe estudantil.
A pergunta é: onde e como fica o futuro de nossas crianças, se as mesmas são levadas a achar que tem que levar a deficiência administrativa estadual nas costas.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Animais soltos, e ossos na merenda, é Pres. Médici na melhor administração ISSO E UMA VERGONHA MEU POVO




Na sessão de segunda feira 05/12/11 só faltou o vereador João, da Nova Esperança. quem primeiro se pronunciou foi o vereador Clayrerison, falou sobre o trânsito aqui em Pres. Médici, onde as crianças e adolescentes pilotam motos dia e noite, lembrou que o código de postura do município proibe esta prática, e falta fiscalização da prefeitura e do sistema de segurança.
A vereadora Heliane do PT, falou dos animais soltos nas ruas de Pres. Médici, lembrou que mora no centro da cidade, tem mais bodes nas ruas que pessoas.

Bodes ao lado dos correios
Ela se sente morando na zona rural, e aproveitou para falar que naquele momento ela estava vendo de dentro da câmara municipal, a praça na frente da câmara lotada de bodes.

Bodes na frente da Câmara Municipal
Disse que além da praça ser muito feia não se pode nem levar as crianças pela tarde ou a noite para um passeio, pois a praça vive cheia de fezes de animais, e cobrou da prefeitura fiscalização, pois o código de postura do município, determina que animais soltos nas ruas de Pres. Médici tem que ser recolhidos para os deposítos da prefeitura. CLIQUE AQUI E VEJA BODES DENTRO DA CÂMARA MUNICIPAL. A vereadora lembrou também o amigo dela Pereira, que fala aos 04 cantos que Presidente Médici é uma cidade modelo, a princesinha da BR 316, mais ela não entende que modelo é este. Neste momento o vereador Clayrerison, complementou, vereadora Presidente Médici é cidade modelo de bodes e jumentos.

Bodes na Rua Pres. Vargas, fiscalizando moto e carro.
A vereadora discordou do Vereador Cláudio, onde afirmou que a oposição está preparada e quer disputar a eleição em 2012 com a secretária de Saúde do município. A vereadora Heliane disse que ver com tristeza esta idéia, pois o Maranhão já tem a OLIGUARQUIA SARNEY, e em Pres. Médici, se continuar assim vai ter uma OLIGUARQUIA DOS CEARENSES, passando de tio pra sobrinha etc... Assim ninguem sabe onde vai parar! Falou que até agora não está vendo saída, mudanças e não sabe em quem vai votar pra prefeito, mas pedio que os cidadãos e eleitores reflitam e escolham quem pode trabalhar e melhorar Pres. Médici, e não naqueles que não se identificam conosco, e só quer enricar.
O vereador Cláudio, falou sobre a votação do orçamento de 2012, fez crítica a comissão que deu parecer favorável, e não aceitou emenda. Falou também sobre a saúde em nossa cidade, disse que não funciona, não tem médicos, e disse que a oposição está preparada para disputar a eleição com a atual secretária de saúde, e pré-candidata do prefeito em 2012, falou também do convite para uma audiência Pública para uma emenda federal destinada a saúde, onde a população vai escolher a prioridade para pres. Médici. O vereador disse que a prioridade é o aumento do salário da secretária de saúde, para ela morar aqui e atender a população já que não temos médico.
Vereadora Almerinda, falou que na segunda seção na câmara, o orçamento de 2012 vai ser colocado em votação.


Vereador Carola, confirmou a denúncia que o vereador Cláudio, fez na sessão passada. Disse que converssou com a cozinheira da escola, e ela disse que era verdade. Está chegando só ossos para
merenda, e a maioria dos ossos não serve para serem aproveitados, vão para o lixo.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

ESSE E O DESGOVERNO ROSENGANA

Quando Jackson Lago, era Governador, qualquer motivo, era noticia que alardeava o País com as matérias que a Mirante (mentira) enviava para a rede globo de jornalismo e hoje, é o contrário, os culpados pelo quadro em que se encontra a Polícia, não é o governo e sim a própria polícia na visão dos asseclas marcos Aurélio d´ça, Decio Sá e demais membros do governo.

Hoje, li que o acéfalo e desqualificado do Ricardo Murad, criticou até Flávio Dino pela crise na Polícia. O que Flávio Dino tem haver com isso, ele não pode omitir uma opinião?

O governo é péssimo, a Governadora joga MUITO BARALHO, BEBE MUITA VEUVE CLICQUOT, dorme muito no ponto e se esquece de Governar, esse é o problema do Maranhão de acordo com o Senador Eptácio Cafeteira no passado.

O Maranhão vive uma crise há décadas e como diria o SACRIPANTA Ricardo Murad no passado recente: “ROSEANA É UMA FARSA, UMA CRIAÇÃO SEM CONSISTÊNCIA, NÃO ENTENDE ABSOLUTAMENTE NADA DO QUE O OBRIGAM A FALAR...”

Ricardo Murad – Esquece Segurança Pública e vai cuidar da saúde do Maranhão que vai de mal a pior, meu caro.

É vergonhoso sabermos que os Jornalistas da Mirante, fazem de tudo para jogar a população contra os policiais, mas, não estão conseguindo. Os Policiais do maranhão ganham pouco, as condições de trabalho são as piores possíveis, enfrentam a criminalidade na raça e só, sem o devido apoio.

Só a título de informação: O Maranhão tem (1) um policial para (800) oitocentos habitantes, a média Nacional é de (1) um policial para (400) quatrocentos habitantes e a recomendação internacional é de (1) um policial para 250(duzentos e cinquenta) habitantes. “Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come”, Governadora Roseana Sarney.

Temos um contigente de 8000 (oito mil) Policiais e o Governo trouxe 500 homens da força Nacional De Segurança, ou seja, menos de 10% do contingente – sem contar que trabalham em escalas de 24 por 48 – humanamente impossível.
Não é atoa que ontem observamos tantas notícias de arastões, desordem e “racha” nas avenidas principais.

Recomendo que não saiam de casa durante a greve policial, recomendo que tranquem suas casas ao máximo e travem as portas dos seus carros também. Acompanhem seus filhos e evitem lugares sem muito movimento. Coloquem seguranças privados em suas empresas para melhor segurança.

A coisa ta é feia e salve-se quem puder....

ACORDA ROSEANA SARNEY

POR Fábio Henrique Farias Carvalho

sábado, 5 de novembro de 2011

Será que vale a pena denunciar?


Foi com essa pergunta que a professora Luzenilde Marchão publicou em seu blog as fotos do descaso da Administração Pública na rua Frederico Leda. Depois de provocar transtorno e constrangimento (para a comunidade, é claro), a buraqueira estava em vias de provocar acidentes.


Esse fato é uma resposta ao cidadão. Vale a pena sim, denunciar. É a única coisa que podemos fazer diante dos absurdos e descasos perpretados pelas pessoas que foram eleitas pelo povo e que são pagas com o dinheiro desse mesmo povo. Calar não resolve nada. É preciso falar e denunciar. É preciso incomodar as pessoas que tanto incômodo causam ao povo. Pense nisso.


Fotos retiradas do blog Viagenseklics.blogspot.com

Para ser perfeito, falta fazerem as sarjetas. Falta os proprietários de residências e comércios fazerem suas calçadas. O município tem poderes para disciplinar, mas os administradores tem medo de perder votos ao exercerem o poder imperativo do Estado. Preferem fazer vistas grossas e empurrar os problemas com a barriga.

sábado, 29 de outubro de 2011

SILVIO SANTOS É ELEITO A PERSONALIDADE MAIS ADMIRADA PELOS BRASILEIROS

SILVIO SANTOS É ELEITO A PERSONALIDADE MAIS ADMIRADA PELOS BRASILEIROS

Silvio Santos foi eleito a personalidade mais admirada pelos brasileiros, de acordo com pesquisa do instituto inglês Future Poll para a marca Johnnie Walker. Segundo a colunista Mônica Bergamo, da “Folha de S.Paulo”, o animador e dono do SBT superou nomes como Bill Gates, Lula, Angelina Jolie e Jesus Cristo. Silvio superou outras personalidades do esporte, com o Pelé (décimo), Ayrton Senna (sétimo) e Ronaldo (oitavo). A pesquisa ouviu mil homens e mulhers, entre 25 e 45 anos. (NaTelinha)

sábado, 8 de outubro de 2011

"João Alberto está tipo marido traído. Vai ser o último a saber"

A frase é do jornalista Décio Sá que publicou hoje uma conversa que teve com o senador licenciado e secretário de Projetos Especiais, João Alberto. Afirma o jornalista que João Alberto confirma que continua unido com o prefeito Lisboa. E diz que mantém o plano de lançar uma candidatura contra o grupo do deputado federal Zé Vieira. Terminando o prazo em que os pré-candidatos poderiam estrebuchar e mudar de partido, vamos começar a ver a clareza no mundo político. João Alberto é um político astuto e sabe muito bem os passos que o prefeito Lisboa deu para firmar aliança com o deputado Zé Vieira. Todo mundo sabe. Comecei aqui a publicar que haveria sim uma aliança antes mesmo de acontecer, por isso o Blog ganhou muito mais credibilidade. Hoje Zé Vieira é so elogios para Lisboa, mesmo em público. A televisão de propriedade do mesmo, a TV Mearim, passou desde o mês passado a faturar a verba publicitária da Prefeitura, algo impensável há pouco tempo. Na madrugada da quarta-feira, Lisboa saiu de sua casa para ajudar a socorrer Zé Vieira e mais: acompanhou o paciente até São Luis. Quem é que faz isso com um adversário político? Se foi por caridade ou humanidade, o Prefeito deveria acompanhar seus eleitores que saem às carradas para São Luis porque o Socorrão não tem condições de bom atendimento. O que parece nesse momento é que, diante da enfermidade de Zé Vieira, tenha havido uma reaproximação de Lisboa e João Alberto. Se assim foi, então a situação de Zé Vieira é muito grave. Se não foi isso o que motivou a declaração de João Alberto então é só mais um ato no teatro da política. Já era previsível que, mesmo tendo seduzido o pecuarista Zé Alberto para o seu grupo, João Alberto não iria digladiar com Lisboa. É cômodo não romper, por alguns motivos: 1. Se romper, Lisboa poderá dizer que é vítima, que cumpriu seuss compromissos até quando foi possível; 2. Rompendo, dá condições para Lisboa demitir todos do grupo que tem cargos na Administração de Bacabal. Quem iria empregar esse povo daqui até o dia da eleição? 3. Mantendo a aparência e uma frase efeito aqui outra acolá, fica aberta a possibilidade de que a Prefeitura apóie o candidato indicado por João Alberto. Crise existencial O senador João Alberto criou problemas com a sua declaração. O pecuarista Zé Alberto que vinha todo serelepe com a sua candidatura, depois de ser preterido de todas as forma por Lisboa, agora não sabe como agir. Aqueles que tinham numa candidatura do PMDB ( seja Taugi, seja Zé Alberto) uma opção de oposição, ficam também sem discurso. Afinal, o Senador declarou que tem uma aliança firme com o homem que faz uma das piores administrações de Bacabal. Esse povo passa a viver uma crise, não sabem se são situação ou oposição. O fator “Júnior do Saae” O fato de João Alberto ter cidado como pré-candidato o nome do secretário de Administraçao Júnior do Saae, demonstra que ele ainda admite que Lisboa pode indicar um nome para sucedê-lo e todos os demais apoiarão. Almir Rosa Júnior, o Júnior do Saae, é filiado ao PSDB e noa haveria motivos para um homem que tenta fortalecer o PMDB no Estado, estar cogitando a possibilidade de apoiar um candidato de outro partido. Resta esperar, sem desespero É interessante notar que tal declaração se dá quando não há mais condições dos pré-candidatos mudarem de partido. Compromissos já foram firmados e João Alberto foi o interlocutor de boa parte deles. Resta aos interessados na disputar aguardar o próximo movimento do xadrez político. Muitas peças ainda poderão ser movidas até que seja dado o xeque mate.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Lideranças partidárias discutem candidatura de oposição

.
Vários partidos políticos de bacabal estão se reunindo para buscar a consolidação do MAB – Movimento Alternativo Bacabalense. O movimento foi criado depois que as lideranças começaram a conversar para descobrir um nome que possa ser apresentado como candidato de oposição na eleição municipal.O MAB não nasceu como conseqüência da união dos grupos Zé Vieira – Lisboa. Bem antes da aliança os partidos já discutiam o processo, coordenado pelo presidente do PDT. A mesa de discussão é composta por dirigentes do PDT e representantes do PT, PSB,PSOL,PC DO B,PTC, PSDB, PPS e PMN. Antonio Carlos Lago (PDT) é um dos coordenadores do MAB. Disse a mim que a idéia não é simplesmente indicar uma pessoa para concorrer à sucessão do prefeito Lisboa. Os partidos estão empenhados em produzir um plano de governo e a consolidação de uma frente coesa para acompanhar e dar sustentação ao candidato indicado. Para quem não sabe, Antonio Carlos é irmão do ex-governador Jackson Lago. Frequentou os bastidores do poder quando seu irmão esteve no Palácio dos Leões. É um dos conhecedores do quanto a cidade de Bacabal foi beneficiada com um repasse milionário para várias ações. O problema é que poder atrai poder. E o amigo do Poder era Lisboa. Esses pequenos partidos que hoje são instados a mudarem a história, não foram consultados naquela época nem pelo Governo Estadual nem pelo prefeito Lisboa. É a falta que faz uma administração com a participação popular. No MAB as discussões não se restringem à sucessão municipal. Há o pensamento de estruturar m projeto que sobreviva até 2014 quando haverá eleição para Governador e deputados.O único ponto pacífico e que se constitui em alicerce do movimento é a não concordância com a forma como o município foi administrado durante a gestão de Raimundo Lisboa.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

PTS realiza Convenção Nacional em BH, acreditando, é possível mudar o Brasil…

PTS realiza Convenção Nacional em BH, acreditando, é possível mudar o Brasil…

Acreditando que é possível mudar o Brasil, o PTS – Partido da Transformação Social, realizou em Belo Horizonte (23 sábado) a sua I Convenção Nacional.

Políticas públicas voltadas para o povo é o projeto principal deste partido que começa a ganhar corpo em todo o país. Quinze diretórios estaduais estiveram presentes para debater as diretrizes do partido. Paraíba, Piauí, Maranhão, São Paulo, Brasília, Tocantins, Ceará, Sergipe, Goiás, Roraima, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Rio Grande do Sul, além de Minas Gerais que sedia o evento, e que tem neste estado a sede nacional do partido.·.

Vai ser um encontro de lideranças sindicais, e olhe que são muitas, acredito pelo que vi, acho que nem o PT conseguiu reunir tantas categorias de sindicatos, lideranças compromissadas com o desenvolvimento do país, discussão de ideias, apresentação de propostas e projetos que seja de interesse do povo brasileiro, um encontro que vai resgatar uma nova forma de se fazer política no Brasil. Por que Política se faz com propostas e projetos e não com políticos que só pensam em se locupletarem, em fazer do dinheiro público um patrimônio privado.·.

Autoridades de todo o país marcaram presença no evento.
O PTS, diferentemente dos partidos que hoje dominam os corredores do poder, abraçará a luta dos que mais precisam, dos menos privilegiados, dá um basta a tudo isso que está aí, fazer dessa sigla, o combustível para aqueles que já não mais acreditam na política e nem nos políticos. Dar aos estudantes, sindicalistas, associações, clubes de mães, enfim, a sociedade organizada, a chance de poder renovar suas crenças que hoje são mitigadas pelo modelo avassalador dos tradicionais grupos que se perpetuam até hoje nos quatro cantos de nossa federação.

De acordo com o Presidente Nacional do PTS, Marcelo Gualberto, que é presidente do sindicato dos comerciários de Contagem – MG, com mais de 45 mil associados, o PTS, a partir desta data (23, sábado), vai articular-se ainda mais em todo o país, que agora é pra valer, “estamos apenas esperando junto ao TSE, sua oficialização definitiva” e acredita ainda que pode disputar as eleições de 2012.

Outro motivo positivo para nós paraibanos, e para aqueles que fazem o PTS na Paraíba, é que depois de muita disputa, a Paraíba foi agraciada com a vice-presidência nacional do partido, segundo o vice-presidente eleito Fábio Sousa de Campina Grande, esse é mais um reconhecimento de nossa luta perante a executiva nacional, que acreditou num grupo mesmo que pequeno, mesmo assim, atingiu a meta das assinaturas em apenas três meses de trabalho, que sem muita condição chegamos lá, disse o vice-presidente nacional eleito Fábio Sousa. E não ficou por aí, a Paraíba ainda foi contemplada com mais dois cargos na executiva nacional.

O partido com a cara do Brasil que está crescendo


A primeira convenção nacional do Partido da Transformação Social (PTS) realizada em 23 de Julho de 2011, na Câmara de Vereadores de Belo Horizonte - mesmo local em que foi fundado, em 14 de junho de 2007 - mostrou a nova cara da política, cujo perfil é o mesmo da interiorização do crescimento brasileiro. Embora nascido e com sede nacional na capital mineira, o PTS surpreende ao mostrar força no Centro-Oeste, Norte e Nordeste do Brasil, as regiões que mais precisam se desenvolver e para onde apontam os dados demográficos e sócio-econômicos. O partido está organizado em dezenove estados da federação e vive a expectativa da obtenção do registro definitivo do TSE.

A confirmação da tendência veio na indicação e aprovação unânime do sindicalista Fábio Sousa, presidente da legenda na Paraíba, para a primeira vice-presidência nacional, além dos destaques de Manoel de Carvalho, do Ceara, na segunda vice-presidência; Francisco Silva Santos, do Maranhão, para a quarta vice-presidência; Manoel Antonio dos Santos Santana, de Roraima, para a quinta vice-presidência.

A região Sudeste se representa na executiva do PTS na presidência nacional, ocupada pelo mineiro Ronaldo Gualberto da Costa; na terceira vice-presidência por Bartolomeu Evangelista de França, do Rio de Janeiro, e Neildo Francisco, presidente do PTS de São Paulo, na tesouraria geral.

Por razões operativas, a secretaria geral, a primeira e segunda secretarias ficaram em Minas Gerais, nas mãos de Fabian Schettini, Eloisio Godinho e Adelson Pinto de Souza, nos respectivos cargos.

À frente de uma das maiores delegações, Silvana Amaral Gomes, a presidente do PTS do Distrito Federal, era uma entre centenas de mulheres presentes na convenção. Patrícia Dias Costa, presidente da sigla em Rondônia, viajou quatro horas até chegar ao aeroporto e voou mais sete horas para fazer parte do maior encontro da história do PTS.

Na parte da tarde, os convencionais discutiram a questão da legalização da sigla, o número e o posicionamento diante da conjuntura nacional e a perspectiva de participar do pleito de 2012.

Reeleito, Ronaldo Gualberto da Costa confia na conquista do registro junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ainda em tempo de disputar as próximas eleições. Do contrário, o partido liberará as bases para atuar conforme os interesses locais.

A abertura da Primeira Convenção Nacional do PTS foi presenciada pelo deputado estadual Durval Angelo; Emenson Dutra, diretor do Sindicato dos Rodoviários de Porto Alegre e suplente de vereador na cidade de Porto Alegre; José Alves Paixão, presidente do Sindicato dos Comerciários de Belo Horizonte e Região; Eduardo Rijo, do Sindicato dos Trabalhadores em Asseio e Conservação de Tabuão da Serra/SP; Osvaldo Caetanos, do Sindicato dos Trabalhadores em TV por Assinatura de São Paulo; Adilson Ribeiro, do Sindicato dos Comerciários de Três Corações/MG, e Erasmo Jacinto, do Sindicato dos Comerciários de São Paulo. José Geraldo, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Montagem Industrial de Minas Gerais, representou o presidente nacional da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Ricardo Patah, que enviou mensagem saudando os convencionais.

Ilha da Notícia

domingo, 31 de julho de 2011

Pelo menos 20 novos partidos tentam registro


Pelo menos 20 novos partidos tentam registro





Levantamento realizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em parceria com Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) mostrou que pelo menos 20 novos partidos políticos buscam atualmente registro na Justiça Eleitoral brasileira. A legislação (Lei 9.504/97) exige que um partido obtenha o registro nacional, perante o Tribunal Superior Eleitoral, pelo menos um ano antes da eleição a qual pretende concorrer.

Para os interessados em participar das eleições de 2012, esse registro deve ser concedido pelo TSE dentro dos próximos 70 dias, uma vez que o primeiro turno do pleito será no dia 7 de outubro de 2012. Quem pretende se candidatar a cargo político também deve estar filiado a partido dentro desse mesmo prazo.

A Constituição Federal (artigo 17, inciso IV) garante o pluripartidarismo no Brasil, desde que respeitadas algumas regras. Entre as exigências para a criação, a lei que regulamenta os partidos políticos (Lei 9.096/95) determina que a nova legenda obtenha o apoio de eleitores por meio de assinatura acompanhada do respectivo número do título eleitoral. A quantidade de assinaturas deve ser equivalente a, no mínimo, 0,5% dos votos dados na última eleição geral para a Câmara dos Deputados, não computados os votos brancos e nulos.

Além disso, os eleitores que assinarem o documento devem estar distribuídos por um terço ou mais dos estados e deve, ainda, equivaler a, no mínimo, 0,10% do eleitorado que votou em cada um desses estados.

Se considerarmos as eleições de 2010 para a Câmara dos Deputados, um novo partido deve colher aproximadamente 490 mil assinaturas, em pelo menos nove estados.

Conforme a Resolução 23.282/2010 do Tribunal Superior Eleitoral, o partido político em formação deve informar aos Tribunais Regionais Eleitorais a comissão provisória ou a pessoa responsável pela coleta de assinatura dos eleitores que apóiam a criação da nova legenda. Posteriormente essas assinaturas são conferidas pelos cartórios eleitorais e irão compor, com outros documentos, o pedido de registro nacional, a ser realizado perante o Tribunal Superior Eleitoral.

Novos partidos por Estado

De acordo com o levantamento, realizado com informações repassadas por 18 TREs, o pretenso novo partido com atuação em maior número de Unidades da Federação é o Partido Social Democrático (PSD), que comunicou sua busca por assinaturas em 15 diferentes Estados: AC; AM; BA; CE; DF; GO; MG; MT; PB; PE; RN; RO; SC; SP; e TO. Essa comunicação é feita ao Tribunal Regional Eleitoral do Estado.

Em seguida, aparecem o Partido da Pátria Livre (PPL) e o Partido Novo (PN), que informaram a TREs de 12 estados sobre o recolhimento de assinaturas. O primeiro mostrou articulação nas seguintes Unidades da Federação: BA; CE; DF; GO; MG; MT; PA; PE; PB; RS; SC; e SP. Já o segundo busca o apoio de eleitores dos seguintes Estados: AM; BA; DF; GO; MG; PE; PB; RN; RO; RS; SC; e SP.

Já o Partido Ecológico Nacional (PEN) está presente em 11 Unidades da Federação (AM; BA; CE; DF; MG; MA; PA; PE; RN; SP; e TO) em busca do apoio de eleitores.

Outros sete partidos em formação se registraram apenas em um estado para colher as assinaturas. São eles: Partido da Educação e Cidadania (PEC), em São Paulo; Partido Democrático dos Servidores Públicos (PDSP), em Tocantins; Partido Geral do Trabalho (PGT), no Rio Grande do Norte; Partido Federalista (PF), Partido Humanista do Brasil (PMH), Partido Liberal Democrata (PLD), no Ceará e o Partido Cristão Nacional (PCN), no Acre.

Confira a seguir os demais partidos que tentam atender às exigências para obter registro na Justiça Eleitoral: Partido da Transformação Social (PTS); Partido do Meio Ambiente (PMA); Partido Cristão (PC); Partido Social (PS); Partido dos Servidores Públicos e dos Trabalhadores da Iniciativa privada do Brasil (PSPB); Partido da Mulher Brasileira (PMB); Partido da Justiça Social (PSJ); Partido Republicano da Ordem Social (PROS); e Partido Carismático Social (PCS).

Atualmente existem 27 agremiações partidárias no Brasil devidamente registradas no TSE. Três desses partidos foram criados na última década: Partido Republicano Brasileiro (PRB), Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) e e Partido da República (PR).

O levantamento realizado pelo TSE, em parceria com os TREs, contém informações de 17 Estados e do Distrito Federal sobre a coleta de assinaturas de apoio à criação de novas legendas nas suas respectivas jurisdições. Outros nove Tribunais Regionais não repassaram dados, dos seguintes Estados: Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Piauí, Roraima, Amapá, Sergipe e Alagoas.

A Resolução 23.282 do TSE regulamenta o processo de criação de partidos. Veja a íntegra.

Vinte novos partidos buscam registro na Justiça Eleitoral, diz TSE

TSE divulgou levantamento realizado em parceria com TREs.
Para concorrer em 2012, sigla tem de obter registro um ano antes.
Do G1, em Brasília
imprimir
Ao menos 20 partidos políticos buscam registro na Justiça Eleitoral, informou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com base em levantamento realizado em parceria com os tribunais regionais eleitorais (TREs) e divulgado nesta sexta-feira (29).
Segundo o TSE, a legislação exige que os partidos obtenham o registro ao menos um ano antes das eleições às quais pretendem concorrer. Para os partidos que pretendem concorrer às eleições de 2012, marcadas para 7 de outubro, o registro deve ser concedido pelo TSE nos próximos 70 dias.
De acordo com a legislação que regulamenta os partidos políticos, a nova legenda deve ter apoio de no mínimo 0,5% dos eleitores, em pelo menos nove estados, que tenham votado para deputado federal nas últimas eleições.
saiba mais
Kassab confirma saída do DEM e criação de um novo partido
Kassab começa busca de assinaturas para criar novo partido
O apoio deve ser comprovado por assinatura acompanhada do número do título eleitoral. Se considerada a eleição de 2010, o número de assinaturas que a nova legenda deve arregimentar é de aproximadamente 490 mil.
Novas legendas
Segundo o TSE, o novo partido que mais buscou assinaturas foi o Partido Social Democrático (PSD), fundando pelo atual prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.
De acordo com o levantamento do TSE, com informações repassadas por 18 TREs, o PSD buscou assinaturas em 15 unidades da federação: Acre, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Roraima, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.
Partido da Pátria Livre (PPL) e Partido Novo (PN) tentaram apoio em 12 unidades da federação cada e o Partido Ecológico Nacional (PEN) em 11.
Outros partidos em formação que buscam registro são Partido da Educação e Cidadania (PEC), Partido Democrático dos Servidores Públicos (PDSP), Partido Geral do Trabalho (PGT), Partido Federalista (PF), Partido Humanista do Brasil (PMH), Partido Liberal Democrata (PLD), Partido Cristão Nacional (PCN), Partido da Transformação Social (PTS), Partido do Meio Ambiente (PMA), Partido Cristão (PC), Partido Social (PS), Partido dos Servidores Públicos e dos Trabalhadores da Iniciativa privada do Brasil (PSPB), Partido da Mulher Brasileira (PMB), Partido da Justiça Social (PSJ), Partido Republicano da Ordem Social (PROS) e Partido Carismático Social (PCS).
Atualmente, segundo o TSE, há 27 partidos no Brasil devidamente registradas no Tribunal. Três desses partidos foram criados na última década: Partido Republicano Brasileiro (PRB), Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) e Partido da República (PR).

Vinte novos partidos buscam registro na Justiça Eleitoral, diz TSE

TSE divulgou levantamento realizado em parceria com TREs.
Para concorrer em 2012, sigla tem de obter registro um ano antes.
Do G1, em Brasília
imprimir
Ao menos 20 partidos políticos buscam registro na Justiça Eleitoral, informou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com base em levantamento realizado em parceria com os tribunais regionais eleitorais (TREs) e divulgado nesta sexta-feira (29).
Segundo o TSE, a legislação exige que os partidos obtenham o registro ao menos um ano antes das eleições às quais pretendem concorrer. Para os partidos que pretendem concorrer às eleições de 2012, marcadas para 7 de outubro, o registro deve ser concedido pelo TSE nos próximos 70 dias.
De acordo com a legislação que regulamenta os partidos políticos, a nova legenda deve ter apoio de no mínimo 0,5% dos eleitores, em pelo menos nove estados, que tenham votado para deputado federal nas últimas eleições.
saiba mais
Kassab confirma saída do DEM e criação de um novo partido
Kassab começa busca de assinaturas para criar novo partido
O apoio deve ser comprovado por assinatura acompanhada do número do título eleitoral. Se considerada a eleição de 2010, o número de assinaturas que a nova legenda deve arregimentar é de aproximadamente 490 mil.
Novas legendas
Segundo o TSE, o novo partido que mais buscou assinaturas foi o Partido Social Democrático (PSD), fundando pelo atual prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.
De acordo com o levantamento do TSE, com informações repassadas por 18 TREs, o PSD buscou assinaturas em 15 unidades da federação: Acre, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Roraima, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.
Partido da Pátria Livre (PPL) e Partido Novo (PN) tentaram apoio em 12 unidades da federação cada e o Partido Ecológico Nacional (PEN) em 11.
Outros partidos em formação que buscam registro são Partido da Educação e Cidadania (PEC), Partido Democrático dos Servidores Públicos (PDSP), Partido Geral do Trabalho (PGT), Partido Federalista (PF), Partido Humanista do Brasil (PMH), Partido Liberal Democrata (PLD), Partido Cristão Nacional (PCN), Partido da Transformação Social (PTS), Partido do Meio Ambiente (PMA), Partido Cristão (PC), Partido Social (PS), Partido dos Servidores Públicos e dos Trabalhadores da Iniciativa privada do Brasil (PSPB), Partido da Mulher Brasileira (PMB), Partido da Justiça Social (PSJ), Partido Republicano da Ordem Social (PROS) e Partido Carismático Social (PCS).
Atualmente, segundo o TSE, há 27 partidos no Brasil devidamente registradas no Tribunal. Três desses partidos foram criados na última década: Partido Republicano Brasileiro (PRB), Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) e Partido da República (PR).

sábado, 4 de junho de 2011

Próximas eleições podem ter mais oito partidos políticos

Oito novos partidos políticos, em formação no Brasil, estão coletando assinaturas de eleitores para viabilizar seu registro perante o TRE-MG. Os fundadores do Partido da Mulher Brasileira-PMB, Partido Pátria Livre-PPL, Partido Cristão-PC, Partido da Transformação Social-PTS, Partido do Meio Ambiente-PMA, Partido Novo-PN, Partido Ecológico Nacional-PEN e Partido Social Democrático-PSD já informaram ao TRE-MG a comissão provisória ou as pessoas autorizadas para apresentarem as listas ou formulários de assinaturas e solicitação de apoiamento perante os cartórios.

No caso do Partido Social Democrático, liderado pelo atual prefeito de São Paulo, foi protocolado no último dia 26 expediente comunicando a composição da Comissão Provisória Estadual, cujos integrantes estão autorizados a apresentar as listas de assinaturas, entre eles o presidente do Partido, Paulo Safady Simão; Geraldo Thadeu Pedreira dos Santos, Rogério Colombini, Alexandre Silveira de Oliveira, Walter da Rocha Tosta, Luiz Fábio Cherém, Neider Moreira de Faria.

Conforme prevê a Lei nº9.096/95, essas legendas em formação já são integradas por pelo menos 101 eleitores com domicílio eleitoral em, no mínimo, um terço dos Estados, possuem programa e estatuto publicado no Diário Oficial da União e já obtiveram registro cível no Cartório da Capital Federal. O próximo passo é conseguir o quantitativo mínimo de assinaturas necessárias de eleitores para a fundação do partido. Elas devem corresponder, no mínimo, a meio por cento (0,5%) dos votos dados na última eleição geral para a Câmara dos Deputados (2010), não computados os brancos e nulos, o que corresponde a 482.894 assinaturas - que deverão estar distribuídas em pelo menos nove Estados, sendo que em cada um deles deverá ser observado, no mínimo, um décimo por cento (0,1%) da votação para a Câmara Federal apurada no Estado. Em Minas, o quantitativo mínimo é de 11.838 eleitores.

Procedimentos
Para que seja comprovado o apoiamento mínimo, os partidos estão organizando listas ou formulários, para cada Zona Eleitoral, encimadas pela denominação da sigla partidária e o fim a que se destina a adesão do eleitor, contendo o nome completo do eleitor, sua assinatura e número do título eleitoral. O chefe de cartório, no prazo de 15 dias, conferirá as assinaturas e os números dos títulos e lavrará, na própria lista ou formulário, o seu atestado. Obtido o apoiamento mínimo no Estado, o partido constituirá, definitivamente, na forma de seu estatuto, órgãos de direção municipais e regional, designando os seus dirigentes (organizado em, no mínimo, um terço dos Estados) e constituirá, também definitivamente, o seu órgão de direção nacional.

De acordo com a Coordenadora de Registros Eleitorais e Partidários da Secretaria Judiciária do TRE-MG, Annelise Barbosa Duarte, os partidos devem atentar que somente o registro do estatuto partidário perante o TSE garante ao partido político sua participação no processo eleitoral, além do recebimento de recursos do Fundo Partidário, acesso gratuito ao rádio e à televisão, assim como assegura a exclusividade da denominação, sigla e símbolos. Ela lembra que, de acordo com o art.4 da Lei nº 9.504, só pode participar do próximo pleito o partido que, até o dia 7 de outubro, esteja registrado no TSE.

Fonte: Blog Vereadora Dra. Valéria

País pode ganhar nas próximas eleições mais oito partidos Novos vão se somar aos 27 já existentes. As novas legendas contemplam mulheres e segmentos

s eleitores brasileiros ainda nem decoraram o significado das 27 legendas políticas do país e já podem ter, nas próximas eleições, mais trabalho para se atualizar, com novos ingredientes na já encorpada sopa de letras da política nacional. Interessados em ampliar o horizonte partidário articulam o registro de pelo menos oito novas legendas, conforme comunicado ao Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG). Para garantir a participação nas urnas, eles precisam conseguir 482.894 assinaturas de apoio.

Saiba mais...
Políticos têm um mês para se filiar a novos partidos, define TSE
Para começar a formar um partido é preciso ter pelo menos 101 eleitores de, no mínimo, um terço dos estados, elaborar um programa e estatuto partidário que será publicado no Diário Oficial da União, e registrar no cartório de Brasília. Ao TRE-MG foram enviados dados de oito processos em andamento que contemplam segmentos ambientais, de mulheres e religiosos. Eles correm atrás agora dos eleitores, que no estado devem ser no mínimo 11.838 assinaturas.

Os verdes, por exemplo, além do PV, podem ter como opção o Partido Ecológico Nacional (PEN) ou o Partido do Meio Ambiente (PAM). Os dois estão sendo formados com a bandeira do desenvolvimento sustentável, com respeito à preservação das reservas ecológicas. O presidente do PAM, Jurandir Silvério, conta que já visitou 25 capitais e conseguiu estabelecer representantes regionais em 16 deles. Até hoje, o PAM conta com 290 mil assinaturas, mas ele acredita na viabilização do partido no pleito de 2012. “Nossa intenção não é concorrer com o PV, mas estar de mãos dadas com todos que queiram andar junto com o meio ambiente”, disse.

Já Adilson Barroso, presidente nacional do PEN, o partido tem 99,9% de chances de constar nas urnas ano que vem. Também será um partido da “sustentabilidade” a se somar aos verdes. “Já existe o PV mas se a pessoa não gostou do estatuto, por exemplo, pode ter outro verde como o nosso para entrar”, disse. Barroso discorda que haja um grande número de partidos no Brasil. “Não é muito para uma nação de 200 milhões de habitantes”, disse.

Mulheres

O segmento feminino também se organiza com o Partido da Mulher Brasileira, que tem como eixos “a valorização social, moral, profissional e política da mulher” e sua “integração social”. Em seu site, apresenta um manifesto defende a igualdade de direitos. Se articulam ainda o Partido da Pátria Livre e o Partido Cristão. Na área social, pode vir aí o Partido Social Democrático e o Partido da Transformação Social. Este último, PTS, segundo o secretário administrativo em Belo Horizonte, Adelson de Souza, já tem assinaturas em 18 estados e terá a linha de esquerda. A maioria dos filiados viria do PT. “Resolvemos criar porque dentro dos outros partidos não temos espaço para expor ideias ou resolver os problemas da sociedade. E, tirando três ou quatro partidos de elite, o restante são legendas de aluguel, que para a gente não serve”, afirmou.

O mais famoso dos partidos em criação é o Partido Social Democrata, do prefeito de São Paulo Gilberto Kassab, que deixou o DEM para formar a nova agremiação. Em Minas Gerais, já conseguiu filiar cinco parlamentares no exercício do cargo. Também recolhem assinaturas em Minas Gerais os representantes do Partido Novo, gestado pelo economista João Dionísio Amoedo, que tem como filosofia a adoção de práticas da iniciativa privada pelo poder público.

À espera de registro

Partido Novo (PN)

Partido Ecológico Nacional (PEN)

Partido do Meio Ambiente (PAM)

Partido Social Democrático (PSD)

Partido Pátria Livre (PPL)

Partido da Mulher Brasileira (PMB)

Partido Cristão (PC)

Partido da Transformação Social (PTS)

sexta-feira, 3 de junho de 2011

TSE responde consulta sobre criação de um novo partido (íntegra do voto)

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) responderam, durante a sessão administrativa desta quinta-feira (2), a uma consulta apresentada pelo deputado federal Guilherme Campos (DEM-SP) sobre a criação de um novo partido e as possibilidades de desfiliação partidária.

Em votação unânime, o Plenário do TSE acompanhou o voto da ministra-relatora Nancy Andrighi.

Ao analisarem os questionamentos apresentados pelo parlamentar paulista, a Corte fixou três importantes entendimentos:

I - A filiação a um partido político só ocorre após o deferimento do registro da agremiação no TSE. Antes disso, existe somente a associação ou o apoio, sendo que os dois últimos não têm o efeito de permitir uma candidatura a cargo eletivo;

II ? Filiados a outros partidos podem apoiar a criação de um novo partido ou associar-se durante a fase de constituição da nova legenda sem correrem o risco de perder seus mandatos. Podem, ainda, transferirem-se ao partido recém criado sem serem considerados infiéis, desde de que façam isso dentro de um prazo de 30 dias, contados do deferimento do registro da nova legenda pelo TSE;

III ? Por fim, a Corte reafirmou que a legislação eleitoral exige que, para participar da eleição, o partido deve estar registrado no TSE e o candidato filiado ao partido com, no mínimo, um ano de antecedência ao pleito.

Sobre a necessidade do deferimento do registro pelo TSE para que o partido possa exercer suas funções típicas, quais sejam: lançar candidatos nas eleições, participar da divisão do Fundo Partidário e ter tempo gratuito de rádio e TV para divulgar sua ideologia, o ministro Ricardo Lewandowski, presidente do TSE, destacou que "enquanto não houver o registro do TSE, nós teremos uma espécie de ONG ou uma associação civil", mas não um partido político em sua concepção plena, com todos os direitos e deveres que a lei eleitoral lhe destina.

Antes de responderem aos questionamentos, os ministros consideraram que a consulta trata de matéria eleitoral relevante, uma vez que em todo o Brasil existem, pelo menos, oito partidos em fase de criação na etapa de colhimento de assinatura. Apenas uma pergunta não foi respondida, uma vez que a relatora, ministra Nancy Andrighi, entendeu ser de um "grau de generalidade significativo, o que a torna inespecífica e impede seu conhecimento", sendo que, da forma como foi formulada, não haveria como "antever todas as situações fáticas possíveis", fato que impede uma resposta pelo Plenário da Corte.

terça-feira, 3 de maio de 2011

Homenagem aos Trabalhadores e ato de apoio ao companheiro Weber Henrique da UGT Maranhão



Realizada na tarde deste dia 29 de abril nas ruas do centro do Capital Maranhense, uma passeata com banda musical e muita alegria. Este trabalho marca a homenagem ao dia dos trabalhadores com a participação das Centrais Sindicais: UGT; FORÇA SINDICAL; NOVA CENTAL E CTB. Este trabalho unificado fortalece cada vez mais as entidades sindicais na luta e na busca pelos direitos, pois, temos o compromisso de levantarmos as bandeiras que irão mudar este País e somente com esta junção de forças poderemos trazer mais respeito e dignidade aos companheiros que ainda sofrem em pleno século 21 com verdadeiras agressões físicas e emocionais provocadas por este capitalismo desenfreado que vem arrastando a nossa sociedade um futuro incerto e resta às organizações responsáveis pelos direitos dos trabalhadores, uma vigília constante contra estas agressões trabalhistas e sociais que assolam o nosso País.
As Centrais sindicais repudiaram o ato cometido pelo poder Público Municipal através do Prefeito de São Luís o senhor João Castelo (PSDB) quando no dia 05 de abril de 2011 se fez através do diário oficial do Município a publicação da exoneração (demissão) do Servidor Público WEBER HENRIQUE N. MARQUES, concursado há 20 anos, Presidente do Sindicato do Guardas Municipais do Maranhão, que também está à frente da UGT União Geral dos Trabalhadores no Maranhão. Este ato revoltou todo o mundo sindical, os trabalhadores, imprensa, pois, os direitos não foram respeitados, quando na oportunidade o mesmo estava à procura dos direitos da coletividade em virtude de um movimento grevista e cabe aqui uma nota ao procurador Geral do Município o Senhor Francisco Coelho que conseguiu enxergar uma demissão, após uma discussão entre as partes citadas, o que prova o autoritarismo, a injustiça, o assédio, entre outros absurdos cometidos nesta ação vergonhosa não somente aos trabalhadores, mais a democracia em nosso estado, que mais uma vez prova o quanto estamos atrasados em termos de direitos perante o restante do País. Ao final do evento ouve vários discursos das lideranças sindicais, políticas e dos trabalhadores que mostra organização e discernimento. Esperamos que a justiça do nosso próprio Maranhão pudesse fazer valer nossos direitos e que não precisemos recorrer até ultima estância em Brasília, pois a lei é para todos e temos um só País, uma só justiça.

sábado, 30 de abril de 2011

Lideranças formam o MAB – Movimento Alternativo bacabalense

Após varias reuniões realizadas por lideranças políticas de Bacabal, criamos o MAB – Movimento Alternativo Bacabalense. Com o objetivo de discutir as políticas públicas desenvolvidas e as a serem desenvolvidas no município, no Estado e no País, bem como buscar no meio político-social pessoas e partidos que de uma forma Independente, possa usufruir da sua Liberdade, Resistir às tentações vindas através de propostas demagógicas de políticos que por sua vez buscam o poder para subtrair dos anseios da sociedade a sua alto estima e confiança com promessas de desenvolvimento e bem estar social. Assim, esse movimento se completa com a Perseverança que se firma como uma fortaleza, enfrentando as dificuldades e contribuindo para o êxito da vida humana se colocando contra o tremor dos males eminentes de um longo exercício da virtude. Onde o MAB entende que todas as estradas da vida têm os seus espinhos. Encaramos nossos propósitos com seriedade, não iremos desistir jamais, porque retroceder é covardia. Não devemos ter medo da mudança e ficar na inércia do atraso, pois todo o esforço desacostumado é penoso e por isso da nascimento a uma idéia de incapacidade de avançar.

O MAB surge como alternativa séria, viva e salutar para a sociedade Bacabalense, pois sabemos que Bacabal está crescendo, mas não produzimos praticamente nada, apenas consumimos ou seja não se desenvolve, precisamos de unidades produtivas principalmente do setor primário e assim fortalecer o secundário e com isso abrir as portas do município para o Terciário.

Do MAB sairá um candidato a prefeito de Bacabal e vale destacar os nomes apresentados com esse propósito na condição de Pré-Candidatos. Sendo Eles: o Ex verreador Lopes (PSB); Roberto (PTS); Garoto Orlando (PTC); Dr. Estéfanio (PV) e Jansen Penha (PMN), poderá haver mudanças de partidos de alguns citados acima e também deverão se manifestar indicando Pré-candidatos, como é o caso do PT e de outros partidos que também deverão se juntar a esse movimento.

O MAB continuará seu papel na busca de valores para sua composição e para dirigir o movimento foram escolhidos o Dr. Clemisson “Advogado” Ednar “Contadora” e Nascimento “Comerciante” para coordenação.

Devemos lembrar que o MAB está em ascensão e a população Bacabalense poderá fazer suas autocríticas, analisando esse novo perfil e assim possa contribuir na definição do titular. Bacabal tem que ser levada a sério é o que todos almejamos e para que isso venha acontecer convidamos todos os seguimentos políticos, sociais e a comunidade em geral que se identificam com essa alternativa na busca de melhores dias e bem estar social de nossa gente a participar do MAB - Movimento Alternativo Bacabalense.

Lideranças formam o MAB – Movimento Alternativo bacabalense

Após varias reuniões realizadas por lideranças políticas de Bacabal, criamos o MAB – Movimento Alternativo Bacabalense. Com o objetivo de discutir as políticas públicas desenvolvidas e as a serem desenvolvidas no município, no Estado e no País, bem como buscar no meio político-social pessoas e partidos que de uma forma Independente, possa usufruir da sua Liberdade, Resistir às tentações vindas através de propostas demagógicas de políticos que por sua vez buscam o poder para subtrair dos anseios da sociedade a sua alto estima e confiança com promessas de desenvolvimento e bem estar social. Assim, esse movimento se completa com a Perseverança que se firma como uma fortaleza, enfrentando as dificuldades e contribuindo para o êxito da vida humana se colocando contra o tremor dos males eminentes de um longo exercício da virtude. Onde o MAB entende que todas as estradas da vida têm os seus espinhos. Encaramos nossos propósitos com seriedade, não iremos desistir jamais, porque retroceder é covardia. Não devemos ter medo da mudança e ficar na inércia do atraso, pois todo o esforço desacostumado é penoso e por isso da nascimento a uma idéia de incapacidade de avançar.

O MAB surge como alternativa séria, viva e salutar para a sociedade Bacabalense, pois sabemos que Bacabal está crescendo, mas não produzimos praticamente nada, apenas consumimos ou seja não se desenvolve, precisamos de unidades produtivas principalmente do setor primário e assim fortalecer o secundário e com isso abrir as portas do município para o Terciário.

Do MAB sairá um candidato a prefeito de Bacabal e vale destacar os nomes apresentados com esse propósito na condição de Pré-Candidatos. Sendo Eles: o Ex verreador Lopes (PSB); Roberto (PTS); Garoto Orlando (PTC); Dr. Estéfanio (PV) e Jansen Penha (PMN), poderá haver mudanças de partidos de alguns citados acima e também deverão se manifestar indicando Pré-candidatos, como é o caso do PT e de outros partidos que também deverão se juntar a esse movimento.

O MAB continuará seu papel na busca de valores para sua composição e para dirigir o movimento foram escolhidos o Dr. Clemisson “Advogado” Ednar “Contadora” e Nascimento “Comerciante” para coordenação.

Devemos lembrar que o MAB está em ascensão e a população Bacabalense poderá fazer suas autocríticas, analisando esse novo perfil e assim possa contribuir na definição do titular. Bacabal tem que ser levada a sério é o que todos almejamos e para que isso venha acontecer convidamos todos os seguimentos políticos, sociais e a comunidade em geral que se identificam com essa alternativa na busca de melhores dias e bem estar social de nossa gente a participar do MAB - Movimento Alternativo Bacabalense.

Lideranças formam o MAB – Movimento Alternativo bacabalense

Após varias reuniões realizadas por lideranças políticas de Bacabal, criamos o MAB – Movimento Alternativo Bacabalense. Com o objetivo de discutir as políticas públicas desenvolvidas e as a serem desenvolvidas no município, no Estado e no País, bem como buscar no meio político-social pessoas e partidos que de uma forma Independente, possa usufruir da sua Liberdade, Resistir às tentações vindas através de propostas demagógicas de políticos que por sua vez buscam o poder para subtrair dos anseios da sociedade a sua alto estima e confiança com promessas de desenvolvimento e bem estar social. Assim, esse movimento se completa com a Perseverança que se firma como uma fortaleza, enfrentando as dificuldades e contribuindo para o êxito da vida humana se colocando contra o tremor dos males eminentes de um longo exercício da virtude. Onde o MAB entende que todas as estradas da vida têm os seus espinhos. Encaramos nossos propósitos com seriedade, não iremos desistir jamais, porque retroceder é covardia. Não devemos ter medo da mudança e ficar na inércia do atraso, pois todo o esforço desacostumado é penoso e por isso da nascimento a uma idéia de incapacidade de avançar.

O MAB surge como alternativa séria, viva e salutar para a sociedade Bacabalense, pois sabemos que Bacabal está crescendo, mas não produzimos praticamente nada, apenas consumimos ou seja não se desenvolve, precisamos de unidades produtivas principalmente do setor primário e assim fortalecer o secundário e com isso abrir as portas do município para o Terciário.

Do MAB sairá um candidato a prefeito de Bacabal e vale destacar os nomes apresentados com esse propósito na condição de Pré-Candidatos. Sendo Eles: o Ex verreador Lopes (PSB); Roberto (PTS); Garoto Orlando (PTC); Dr. Estéfanio (PV) e Jansen Penha (PMN), poderá haver mudanças de partidos de alguns citados acima e também deverão se manifestar indicando Pré-candidatos, como é o caso do PT e de outros partidos que também deverão se juntar a esse movimento.

O MAB continuará seu papel na busca de valores para sua composição e para dirigir o movimento foram escolhidos o Dr. Clemisson “Advogado” Ednar “Contadora” e Nascimento “Comerciante” para coordenação.

Devemos lembrar que o MAB está em ascensão e a população Bacabalense poderá fazer suas autocríticas, analisando esse novo perfil e assim possa contribuir na definição do titular. Bacabal tem que ser levada a sério é o que todos almejamos e para que isso venha acontecer convidamos todos os seguimentos políticos, sociais e a comunidade em geral que se identificam com essa alternativa na busca de melhores dias e bem estar social de nossa gente a participar do MAB - Movimento Alternativo Bacabalense.

MENSAGEM DO PARTIDO DA TRANSFORMAÇAO SOCIAL DO MARANHAO E DE ROBERTO HILLEY



Nesse dia o mundo deveria dar mais valor
A você que cedo levanta trabalhador
Você! Que muitas vezes trabalha sem comida
Você! Que trabalha toda uma vida
Mas nesse dia do Trabalhador
continua sem valor!
É quem constrói a Nação
Mas é quem menos tem a receber
É quem dá tudo de si em troca de nada
Trabalhador que planta tem que colher
Mas trabalhador é classe, e esta é abandonada;
Neste seu dia, comemora-se no mundo inteiro.
Mas o mundo não conhece quem trabalha,
Quem passa uma vida fazendo tudo direito!
Mas esse é trabalhador verdadeiro,
Aquele que tudo faz calado, não espalha;
Ah! Trabalhador! Sem casa, sem comida sem saúde!
Trabalhador desempregado, desnutrido amiúde
Vai trabalhar, que canta, que ri e que chora
Vai comemorar o que nessa hora?
De globalização, de guerra, de desemprego;
Trabalhar onde? Foge da seca e no desapego
Até da família esquece, vai longe trabalhar
Na esperança de um dia tudo melhorar...

Mensagens dia do Trabalho

Nesse dia o mundo deveria dar mais valor
A você que cedo levanta trabalhador
Você! Que muitas vezes trabalha sem comida
Você! Que trabalha toda uma vida
Mas nesse dia do Trabalhador
continua sem valor!
É quem constrói a Nação
Mas é quem menos tem a receber
É quem dá tudo de si em troca de nada
Trabalhador que planta tem que colher
Mas trabalhador é classe, e esta é abandonada;
Neste seu dia, comemora-se no mundo inteiro.
Mas o mundo não conhece quem trabalha,
Quem passa uma vida fazendo tudo direito!
Mas esse é trabalhador verdadeiro,
Aquele que tudo faz calado, não espalha;
Ah! Trabalhador! Sem casa, sem comida sem saúde!
Trabalhador desempregado, desnutrido amiúde
Vai trabalhar, que canta, que ri e que chora
Vai comemorar o que nessa hora?
De globalização, de guerra, de desemprego;
Trabalhar onde? Foge da seca e no desapego
Até da família esquece, vai longe trabalhar
Na esperança de um dia tudo melhorar...

domingo, 24 de abril de 2011

SANGUE NOVO NO PEDAÇO: PTS É O MAIS NOVO PARTIDO DO MARANHÃO


Depois de 03 longos anos de luta liderada por diversos militantes espalhados pelo estado do Maranhão, membros do PTS (Partido da Transformação Social), respiram aliviados. É que saiu na tarde do último domingo, 14 de abril, á tão sonhada legalização da sigla partidária.

O partido nasceu para defender a ética e a cidadania dos maranhenses, direitos comuns assegurados pela constituição brasileira. Visando ainda torna-se referência política aos jovens, homens, mulheres e trabalhadores maranhenses.

Segundo membros do PTS, a ordem agora é transformar buscando traça planos e metas para o bom desenvolvimento do partido no estado do maranhão. Empolgados com o resultado da legalização pelo TRE-MA (Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão), militantes gritavam durante a convenção estadual: “Agora é lutar para transformar o Brasil”.

O PTS já está presente em 60 municípios maranhense, com candidaturas asseguradas para os futuros pleitos eleitorais. “Essa legalização é importante, pois ela vem em boa hora, isto serve para alimentar nossa fome de justiça social, que enfrentamos em nosso estado”; Leis sendo desrespeitadas, parlamentares corruptos e sem confiança, escândalos de mensalões, dentre outras coisas que envergonham e assustam o cidadão brasileiro”, ressaltou o jovem presidente da sigla, Roberto Hilley, que na oportunidade estava acompanho do vice-presidente, Wilmario Lopes, além de diversas lideranças do PTS no Maranhão

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Irmão de Jackson que refundar o PCO no Maranhão…



O médico Zeluís Lago deixou o PPS.

- Não foi nada pessoal, foi ideológico. Não me senti confortável com os rumos que o PPS está tomando – explicou ele.

Irmão do ex-governador Jackson Lago (PDT), falecido este mês, Zeluís já articula nova legenda.

Quer refundar no estado o radical trotkista Partido da Causa Operária (PCO).

Nas eleições de 2006 e de 2008, o PCO tentou entrar na disputa com o folclórico Ribamar Pedrosa. Sem registro oficial no diretório nacional, o candidato acabou vetado pela Justiça Eleitoral.

Agora será diferente, garante Zeluís Lago:

- Vamos trabalhar, dentro das regras do diretório nacional, para atuar nas eleições de 2012.

Junto com o irmão de Jackson, outros ex-membros do PPS também pretendem seguir para o PCO.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

SEMANA GLOBAL DO VOLUNTARIADO JOVEM

O Dia Global do Voluntariado Jovem. A maior celebração mundial de jovens voluntários fazendo a diferença! O Dia Global do Voluntariado Jovem é uma oportunidade para você colocar a mão na massa e fazer alguma coisa por sua cidade. Acontece desde 2000 em mais de 120 países e em 2009 será nos dias 24, 25 e 26 de abril. Segundo Anne Priscilla Santos- Núcleo de Juventude da FEONG”Construimos a Semana Global do Voluntariado Jovem desde 2006,é um reconhecimento dos jovens anômimos que tem seu trabalho efetivo na comunidade esperamos que ano de 2011, tenhamos êxito no nosso Estado é o espírito do Dia Global do Voluntariado Jovem, que tem como objetivo celebrar a cidadania e a solidariedade, oportunizando a você um papel ativo na solução de problemas concretos da comunidade”.

Ações Positivas de milhões de jovens voluntários ,em todo o mundo com cabeças que pensam e atitudes que movem, gerando mudanças positivas, sintonia com milhões de jovens e crianças, de países como Afeganistão, Iraque, Estados Unidos, França, Canadá, Inglaterra, China, Rússia, Quênia e tantos outros trabalhando em conjunto com outros cidadãos e com organizações públicas e privadas, somando esforços e promovendo transformações,nas comunidades no Maranhão não é diferente os jovens voluntários e organizações juvenis estão se organizando fim de semana especial, Segundo – Tacila Barbosa membro do GACC” dia 15 de abril teremos uma reunião,para ampliarmos a Programação no Instituto de Formação Juvenil.

Participe do Dia Global de Voluntariado Jovem
Dia Global 2011, de 24 a 26 de Abril!Participe! Junte sua turma e faça a diferença! O mundo precisa de sua força!

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Reforma Política


A Comissão de Reforma Política do Senado aprovou nesta quarta-feira (6) a possibilidade de que candidatos sem filiação partidária possam disputar eleições para os cargos de prefeito e vereadores.

A proposta de candidaturas avulsas para as eleições municipais fará agora parte do anteprojeto da reforma política, que vai agregar todas as deliberações da comissão especial e passará por votação no plenário do Senado.

De acordo com a proposta aprovada, para que uma candidatura avulsa tenha andamento na Justiça Eleitoral, o candidato deve ter a assinatura de pelo menos 10% dos eleitores do município.

A comissão também decidiu manter as regras de filiação partidária e domicílio eleitoral. Atualmente, o candidato, para concorrer, deve morar na localidade que pretende representar e estar filiado ao partido pelo menos um ano antes do pleito.

Também ficou decidido durante a reunião da comissão especial que será mantido o entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a cláusula de barreira, segundo a qual, para ter direito a receber recursos do fundo partidário, as legendas devem ter no mínimo três representantes de diferentes estados na Câmara dos Deputados.

Os senadores também mantiveram a regra em vigor sobre a fidelidade partidária. O político eleito que mudar de partido durante o mandato corre o risco de perder o cargo, a não ser no caso de incorporação, fusão ou criação de novo partido, desvio do programa partidário ou perseguição.

Fim da comissão

A comissão deve encerrar suas atividades nesta quinta-feira (7), com discussão sobre referendo sobre o sistema eleitoral (lista fechada, voto distrital misto ou puramente distrital) e a criação de cotas para mulheres nas listas de candidatos dos partidos.

Todas as deliberações da comissão serão encaminhadas para o presidente do Senado, José Sarney, que determinará que as propostas aprovadas virem projetos de lei ou propostas de emenda à Constituição.

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Casa analisará a constitucionalidade dos projetos antes de remetê-los para votação no plenário.

Fonte: www.votebrasil.com.br

segunda-feira, 4 de abril de 2011

MORRE O EX. GOVERNADOR JACKSON


Morreu há poucos minutos no Hospital do Coração, em São Paulo, o ex-governador do Maranhão Jackson Kepler Lago. Ele estava internado desde quarta-feira (30), depois de uma piora no seu estado de saúde. Jackson sofria de câncer de próstata.

sexta-feira, 11 de março de 2011

PTS-Transformação Partidaria


Com Militantes da Transformação Social


Em meios a crise de fidelidade partidária no País, com recentes escândalos envolvidos os ditos “partidos grandes”, exemplo clássico disto é o famoso uso do mensalão, já observado por todos os cidadãos brasileiros, que chegou atingir grande parte dos Estados de nossa federação. Partidos estes que fogem de suas linhas ideológicas e acabam cedendo às tentações capitalistas do mundo globalizado deixando assim de representar os interesses políticos partidários do Trabalhador Brasileiro que vive à custa do seu suor, e às vezes impossibilitado exercer suas atividades por falta de oportunidade no mercado tão escasso e concorrido, deixando, às vezes, o próprio trabalhador em situação de inoperância. Como no resto do Brasil, no Maranhão não seria diferente, a corrupção rola solta, a exemplo do caso LUNUS, INCRA, dentre inúmeros outros, se citássemos aqui passaríamos dias. É preciso que haja mudança, ou melhor, TRANSFORMAÇÃO.


Em virtude disso, surge da união de profissionais de várias classes sociais, englobando vários segmentos sociais como sindicalistas, associações, cooperativas e grupos sociais e entidades compromissadas com desenvolvimento sócio-econômico e cultural de nossa federação. Marco este que culminou com a fundação de uma forte entidade política; o PTS (Partido de Transformação Social) que vem para representar de fato e de direito o seguimento trabalhador do Brasil, levando informações importantes, buscando a conscientização da população, de que é preciso lutar para TRANSFORMAR seus direitos e deveres, pois só assim seremos uma nação soberana. No Maranhão não seria diferente, o Partido vem se desenvolvendo passo a passo, concretizando cada vez mais os sonhos dos maranhenses.


Destaque para sua brilhante comissão provisória, formada pelos jovens: Francisco Silva (Roberto Hilley) como presidente, Cícero Brandão (Renato das Fitas), Wilmário França Lopes (Codó), Pastor Jackson Weber Henrique (SIGMEMA), José Feitosa, Paulo Feitosa Nascimento, Aníbal Lins (SINDJUS), Branco (Timon), Antônio Alves (Caxias), Raimundo José (Coelho Neto), que durante os seus 3 anos de existência, desenvolvem atividades beneficentes, como ações sócio-culturais, englobando atendimentos em saúde, educação, esporte e lazer, estética, bem como facilitação para aquisição de documentos obrigatórios e necessários para o cidadão, isto é uma prática constante do PTS em todos os municípios onde se faz presente o partido, onde já se alcançou a marca de mais de cem cidades beneficiadas. O partido estende a estimativa para 2011, a questão de sua legalização, processo que já está tramitando no TRE (Tribunal Regional Eleitoral), para apreciação final, onde em breve estará legalizado, sendo o processo divulgado no diário oficial da justiça eleitoral. Outra novidade é a criação do site oficial do Partido no Maranhão, onde todos os seus simpatizantes obterão notícias em tempo real, deixando assim o Partido mais próximo e presente da população. Vale ressaltar que as atividades do PTS seguem seu cronograma normal onde já está prevista a participação do seu Diretório Estadual do Maranhão, no Encontro Nacional do Partido que acontecerá no mês de Abril de 2011 na cidade de Contagem (MG), onde estarão presentes todos os Diretórios Estaduais da Federação e Lideranças Políticas, com o objetivo de traçar metas e planos para o futuro da nação brasileira.


O PTS é um partido de transformação e busca a cada dia o desenvolvimento do Maranhão, é preocupação de todos os seus membros somar forças para que essa transformação possa acontecer o mais breve, é nesse pensamento que convidamos todas as pessoas que se interessam pelo social e comunguem de nossas idéias, que venham fazer parte dessa união. Venha você também para o PTS, escrever nós mesmos nossa história.


É preciso mudar para transformar.


Junte-se a nós.

sábado, 5 de março de 2011

Ricardo Murad critica governo Roseana por conta de tragédia em Trizidela do Vale


O secretário de saúde, Ricardo Murad, criticou o governo do qual ele faz parte, por conta do estado de calamidade pública em que se instaurou nas cidades de Pedreiras, São Luiz Gonzaga do Maranhão, Trizidela do Vale, Bacabal e Peritoró, inundadas por causa da cheia dos Rios Mearim e Itapecurú.

Milhares de moradores da região perderam tudo e estão desabrigadas. A tragédia tem se repetido ano após ano sem que o governo do Roseana Sarney (PMDB) tome qualquer providência para retirar os moradores das áreas alagadiças, ou no mínimo diminuir o impacto das cheias provocadas pelas chuvas. Em 2009, mais de 20 mil famílias, em 21 municípios, foram atingidas pelas águas. Dois anos depois, o desastre volta a se repetir.

Para Ricardo Murad, o poder público tem uma parcela de culpa por permitir que as famílias façam construções nas zonas ribeirinhas, sem qualquer controle ou critério. Veja a crítica abaixo, na íntegra:



Enquanto milhares de pessoas estão desabrigadas, Roseana aproveitou o carnaval para se divertir no Baile de Gala e mandou o secretário Luis Fernando sobrevoar as áreas atingidas na tentativa de confortar os prejudicados.

Em 2009, Roseana também sobrevoou a região na companhia do ex-presidente Lula. Na época, nenhuma providência foi tomada para impedir que a tragédia anunciada se repetisse.


1retweet

Deputados querem discutir novamente a criação de municípios


Conforme publicado no blog de Marco D’Eça, a Assembléia Legislativa deverá começar a discutir a criação de novos municípios no Maranhão logo após o feriado de Carnaval. O assunto já foi tratado na Casa pelos deputados Rigo Teles (PV) e César Pires (DEM), entusiastas da proposta.


Andre Fufuca, deputado estadual
Mas é André Fufuca (PSDB) quem encampa de forma mais entusiasmada a bandeira.

Ele é o presidente da Comissão de Assuntos Municipais da Assembléia e, como tal, coordenou encontro sobre o tema, anteontem em Vitória do Mearim.

A criação de municípios foi suspensa na Assembléia desde meados da década de 90, quando a Câmara Federal aprovou a Emenda Constitucional 015/96, de autoria do então deputado maranhense César Bandeira (DEM), que estabelecia as regras da criação, emancipação e fusão de municípios.

Como a EC necessitava de uma Lei Complementar, nunca aprovada, para regulamentá-la, o processo de criação ficou suspenso em todo país. As assembléias consideram a atitude uma usurpação das prerrogativas dos deputados estaduais.

Agora, André Fufuca pretende retomar a discussão e, se for o caso, pressionar os deputados federais a editar a lei que regulamenta o processo de criação.

No Maranhão, há 101 povoados com propostas de transformação em municípios…

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Fichas para o médico,quanto sacrificio,e o que fazer para melhorar esta situação?



O Drama De quem precisa marcar uma ficha pra o médico continua,as pessoas perdem a noite e se ariscam dormindo em um ambiente sem condições de abrigar todos que desejam pegar ficha,e o pior é que a ficha é uma senha pra que você depois venha realmente marcar a ficha,é muita burocracia,pra não dizer outra coisa!
Até quando?

ENQUANTO ISSO A SAUDE DE BACABAL SOCORRAO!!!

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

UDI divulga boletim médico e confirma procedimento cirúrgico em Roseana

O médico Carlos Gama, diretor médico do hospital UDI emitiu nota agora a pouco em que confirma que a governadora do Estado fez a um procedimento cirúrgico por causa de sangramento retal, conforme publicado pelo blog do Caio Hostílio.

Veja a nota do UDI

Boletim Médico

Nota

16/02/2011

A Governadora Roseana Sarney internou-se, no UDI Hospital, em São Luís, no dia de hoje, às 10h, para investigação de sangramento intestinal baixo.

Submeteu-se a uma Colonoscopia, que evidenciou sangramento retal, motivo pelo qual necessitou submeter-se a intervenção cirúrgica para correção do mesmo. O procedimento foi realizado pela equipe do Dr. Santiago Servin.

A Governadora Roseana Sarney deverá permanecer no hospital durante o dia de hoje.

Dr. Carlos Gama

Acusados de homicídio vão a julgamento em Bacabal

A 2ª vara de Bacabal promove hoje, 16, júri no qual sobe ao banco de réus Wesley Adriano Inácio Pontes, acusado de tentativa de homicídio contra Izaque Ferreira da Costa. O crime ocorreu no dia 15 de outubro de 2002.

Amanhã, 17, quem vai a julgamento é Antonio César Oliveira, o “Diabo Louro”, policial, que responde pelo assassinato de Reginaldo da Silva Santana, crime ocorrido na madrugada de 15 de janeiro de 2006.

Na terça-feira, 15, o júri popular acolheu a tese de legítima defesa e absolveu a ré Raimunda Vieira dos Santos, a “Baixinha”, que respondeu pelo assassinato do ex-companheiro, Raimundo Rodrigues Magalhães, o “Raimundo Folicana”.

Os júris, presididos pelo titular da vara, juiz Carlos Roberto Gomes de Oliveira Paula, contam com a atuação do promotor público Cláudio Sodré na acusação. No júri de ontem atuou na defesa o advogado Francisco Batista. Hoje, funciona na defesa o advogado Bento Vieira.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

O Partido da Transformação Social (PTS)


O Partido da Transformação Social (PTS),vem cada vez mais se destacando no Estado do Maranhão, através das comissões municipais, procurando engajar-se nas lutas sociais, e conscientizado a população, quanto à importância de se implantar um partido que se preocupe em proporcionar qualidade de vida ao cidadão. Um dos principais objetivos do PTS é lutar pelos direitos do povo, e contra os de mandos do poder público.
O PTS Maranhão, liderado pelos jovens; Roberto Hilley, Wilmário França Lopes, Renato das fitas, José Feitosa, Jackson, Poeta entre outros, vem traçando projetos de cunho político-social em todo estado, destacando as comissões municipais de Codó e Timon, que tem a frente os companheiros; Zé Adilson e Branco, Já com os projetos de mutirões da cidadania, previsto para o mês de janeiro de 2011, onde serão realizados trabalhos de assistência integral ao cidadão, evento este, que já foi realizado pelo município de Caxias na organização dos companheiros Antonio Alves e Fernando, em conjunto com as instituições, municipais do estado, que abrilhantaram na ocasião o referido evento, que contou com a presença da comissão estadual do partido, dando assim forte apoio às comissões municipais do Estado. ¨ E relevante a importância da realização destes mutirões, que facilitam o acesso a serviços sociais e de saúde à população menos favorecida, que as vezes não tem acesso a esses serviços¨. Palavra de Roberto Hilley, presidente estadual do PTS.
Dentre os projetos do PTS Maranhão, está a sistematização do partido no estado, com a criação do site, e a breve inauguração de sua sede estadual na capital do estado São Luis.
Aconteceu recentemente, nos dia, 6 e7 de Dezembro de 2010, uma extraordinária reunião geral com todas as comissões estaduais do partido no Brasil, onde trataram de assuntos de interesses políticos partidários, esteve presente o jovem Roberto Hilley, representando o estado do Maranhão, onde destacaram a importância da comissão no contexto nacional.

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Homens foram preso e decapitados no Maranhão



José Agostinho Bispo, de 55 anos, teve um final de vida de forma trágica nesta terça-feira (08/02). Uma rebelião na Delegacia da cidade de Pinheiro no Maranhão onde ele era um dos presos que cumpria pena. Bispo foi condenado a 63 anos de prisão por ter abusado de duas filhas. Uma delas, Sandra Maria Monteiro, foi mantida em cárcere privado durante 16 anos.

Hoje, mais de seis meses após a prisão de Bispo, ela ainda vive em um casa-abrigo da prefeitura de Pinheiro, cidade a 340 quilômetros de São Luís.

Após ser condenado em dezembro de 2010, Bispo aguardava transferência para a Penitenciária de Pedrinhas. Ele estava detido em uma cela especial em Pinheiro, junto com outros presos acusados de crimes como pedofilia e estupro. Todos os seis executados estavam respondendo por esse tipo de crime.

Em janeiro deste ano, o então delegado regional interino de Pinheiro, Márcio Araújo, viajou para São Luís com o intuito de conseguir uma vaga para Bispo. Não teve resposta. Com a interdição da delegacia de Bacabal, na semana passada, o pedido de transferência de Bispo foi novamente adiado, de acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão.

A própria delegada regional de Pinheiro, Laura Amélia Barbosa, afirmou, após a condenação de Bispo, que muito provavelmente ele morreria na prisão. Quando Agostinho soube que seria condenado, ele pensou em cometer suicídio. Pelas primeiras informações sobre a rebelião, Agostinho foi uma das primeiras vítimas.

Entenda o Caso
Resgatada em junho do ano passado pela Polícia Civil do Maranhão, após ser abusada sexualmente pelo próprio pai e mantida em cativeiro durante 16 anos em Pinheiro, Sandra Maria Monteiro, hoje com 29 anos, vive com ajuda do governo e está passando por tratamento para se recuperar dos anos de cárcere.

Sandra foi resgatada em 8 de junho de 2010, logo após a prisão de seu pai. Exames de DNA comprovaram que Agostinho Bispo teve sete filhos com a própria filha. Durante a investigação da Polícia Civil, descobriu-se que Bispo tinha abusado também de duas filhas-netas. A primeira filha de José Agostinho, Maria Sandra, também foi abusada por ele. Com ela, teve uma filha-neta. Pelos abusos sexuais contra duas filhas e duas filhas-netas, Agostinho foi condenado a 63 anos de prisão.

Segundo informações da Secretaria de Desenvolvimento Social de Pinheiro, a expectativa é que neste mês Sandra tenha uma residência fixa, em uma casa que será alugada e mantida pela prefeitura enquanto o governo do Estado e a prefeitura não terminam uma residência que está sendo construída para ela na zona rural de Pinheiro.

Hoje, na casa-abrigo, conforme o Conselho Tutelar, Sandra mora com outras mulheres que também foram vítimas de abuso sexual na cidade. “Muito foi prometido à Sandra e até agora apenas o básico está sendo feito”, resignou-se o conselheiro tutelar de Pinheiro, Ernesto Brito.

Além de morar em uma casa abrigo, ela vive com R$ 200,00 do programa Bolsa Família dos sete filhos. A alimentação e as roupas são bancadas pelo município. Ela ainda está sendo alfabetizada e os seus filhos estão estudando. Segundo o governo, a intenção é que, aos poucos, ela tenha condições de conseguir um emprego.

Desde quando foi resgatada, no ano passado, Sandra passou por um processo de ressocialização e de recuperação psicológica intenso para tentar se recuperar dos 16 anos de confinamento. Dois assistentes sociais passaram a acompanhar diretamente Sandra, além de psicólogos e médicos.

Termina Rebelião no Maranhão

A rebelião que deixou seis mortos – entre eles o lavrador José Agostinho, suspeito de estuprar e engravidar as próprias filhas no povoado de Experimento – no 2º Distrito Policial de Pinheiro, em São Luiz do Maranhão, terminou por volta das 14h desta terça-feira (8). A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública do Estado.

A confusão começou com uma tentativa de fuga frustada, por volta das 22h de segunda-feira (8). Ao menos quatro homens foram decapitados pelos presos.

Segundo o comandante-geral da Polícia Militar, os presos invadiram as celas de pedófilos e estupradores e os renderam. Agostinho foi o primeiro a ser morto.

Durante as negociações, que começaram por volta das 9h, foi formada uma comissão composta pela Polícia Militar, grupo tático aéreo, dois promotores, um juiz, além de delegados da região.

Os criminosos fizeram uma lista de exigências, como a transferência para cidades de origem, TV, ventiladores nas celas e 1 kg de maconha para liberar os reféns e encerrar a rebelião. Os rebeldes reclamam também por causa da superlotação das celas, que têm capacidade para 38 detentos, e abrigam cerca de 97 em cada.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

O BLOG MARRAPA ESTA INCOMODANDO MUITO GENTE TANTO QUER TIRARAM DO AR O BLOG AGORA POUCO A O OLIGARQUIA ESTA INCOMODADA


O Blog Marrapa.com de clara posição crítica e oposicionista no Maranhão, que havia sido lançado neste início de ano e conseguido amplo números de acessos a ponto de deixar enciumados aúlicos de plantão que defendem o desgoverno dos Sarneys por aqui. O Blog de grande repercussão e acessos foi hackeado nesta manhã do dia 04 de fevereiro, o responsável pelo site o blogueiro Leandro Sousa ainda não sabe o que aconteceu.

Nesta manhã por volta das 12h20min o site estava direcionando os acessos ao blog do governista Nércio Di Sá do Sistema ÉMentira, logo depois direcionou para esta página com a mensagem que havia sido ‘hackeado com sucesso’.

A pergunta que não cala no Maranhão, terá a famiglia dos Sarnas recorrido a medidas espúrias para calar uma voz dissoante no Maranhão


O BLOG MARRAPA ESTA INCOMODANDO MUITO GENTE TANTO QUER TIRARAM DO AR O BLOG AGORA POUCO A O OLIGARQUIA ESTA INCOMODADA fonte: G.D. News

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

PTS Rumo a Legalização.



PTS Rumo a Legalização.

De março a novembro de 2010, o Partido da Transformação Social realizou oito convenções partidárias, o que revela a pujança da sigla e aponta o caminho certo na construção de uma posição política pluralista e democrática, a partir da união das raças e da luta pelo fim da desigualdade social, a pior de todas.
Em São Paulo – a quinta cidade mais populosa do mundo - a convenção do PTS teve lugar na Câmara de Vereadores e, em Brasília – local em que o partido mais colheu assinaturas em apoio à legalização a Convenção foi na Câmara dos Deputados.
Em Betim o PTS já tem sua comissão provisória presidida pelo Sargento Fiúza que afirmou que vamos colher mais de mil assinaturas em apoio ao PTS e disse que não é filiação partidária e sim um abaixo assinado cumprindo a resolução do TSE qualquer pessoal seja filiado a partidos ou não, podem assinar nosso abaixo assinado e vamos ser a 3 via em nossa cidade nas eleições de 2012. Também e outras cidades: Belo Horizonte, Contagem, Três Corações Sul de Minas, Sarzedo, Ibirité, Santa Luzia, Ribeirão das Nevves e Manhuaçu cresce em várias cidades o apoio ao PTS aqui em Minas Gerais são necessárias um décimo de assinaturas ou seja 11 mil para legalizar o PTS no estado.
Junto a tais demonstrações de força, nosso site tem sido visitado por milhares de pessoas, entre sindicalistas e lideranças dos movimentos sociais, pastores, padres e populares dos estados do Paraná, Piauí, Maranhão e Bahia, Minas Gerais entre outros, que encontram no PTS uma alternativa diferente de encarar e fazer política no Brasil.
Rumo à legalização, a Comissão Nacional Executiva do PTS conclama homens e mulheres de bem – negros, índios e oprimidos - a se juntar a nós pela conquista do registro junto ao TSE, visando a disputa eleitoral de 2012.
Nosso partido está organizado em todas as regiões do Brasil. No Sudeste, nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo; no Sul, no Paraná e Santa Catarina; no Nordeste, no Maranhão, Piauí, Bahia, Sergipe, Pernambuco e Ceará; no Norte, nos estados de Roraima, Rondônia e Amazonas além do Centro Oeste, em Goiás, Tocantins e Distrito Federal.

Eloisio Godinho, secretário geral do PTS
\
Francisco Silva Dos Santos Presidente Do
PTS do Maranhao (99) 88080073 ou 91598998

Presos deixam delegacia para cumprir prisão domiciliar em Bacabal


Onze presos deixaram a delegacia de Bacabal (MA), nesta terça-feira (1º), para cumprir prisão domiciliar por tempo indeterminado. A decisão de colocá-los em casa foi tomada pelo juiz da 2ª vara, Carlos Roberto de Oliveira Paula, que avaliou que a cadeia não tem as condições necessárias para mantê-los.

O juiz disse ao G1 que a delegacia de Bacabal tem somente duas celas com capacidade para quatro presos cada, mas abriga cerca de 30 no total. “Não há lugar para os presos fazerem as necessidades fisiológicas, não tem lugar para dormir e eles têm de revezar. A comida é de péssima qualidade. A situação é a regra no Maranhão. Quase todas as unidades estão lotadas, nada do que há na Constituição e nos tratados de Direitos Humanos é respeitado”, afirma.

Para o juiz, sem oferecer as condições necessárias, o sistema carcerário não tem como ressocializar os detentos. “Os presos aqui são tratados como bichos. Aqui, temos verdadeiras masmorras. O sistema entrou em colapso, faliu. Pelo menos 90% dos presos são analfabetos, que nunca ouviram falar na Constituição Federal. O número de presos cresce em progressão geométrica, mas não são construídas novas penitenciárias no estado”, diz Paula.

Novas penitenciárias

A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão informou ao G1 que o projeto para construção de uma unidade prisional em Bacabal já foi aprovado.

A delegacia de Bacabal também vai passar por reforma e ampliação, segundo a Secretaria. O projeto está em fase de licitação.

Roseana sofre derrota e não elege presidente da Assembleia do MA




A governadora Roseana Sarney (PMDB) amargou na manhã desta terça-feira a sua primeira derrota na Assembleia Legislativa do Maranhão ao não conseguir eleger o seu candidato à presidência, deputado Manoel Ribeiro (PTB), derrotado por 25 a 17 votos,






Melo ainda teve o apoio do PT e de deputados da base governista descontentes com a maneira com que ela tentou impor o nome de seu candidato, que até a tarde de segunda-feira, era o seu cunhado, já considerado virtualmente eleito, o deputado Ricardo Murad (PMDB), que retirou a sua candidatura diante da eminente derrota.


Na manhã desta terça-feira, minutos antes da eleição, os governistas se uniram em torno da candidatura de Ribeiro na tentativa de reverter o quadro, o que foi em vão diante da determinação do grupo rebelado em defender o que foi definido como "independência do poder Legislativo".


Para evitar as pressões e possíveis defecções, o grupo de 25 deputados ficou incomunicável desde a manhã de sábado, quando se mudaram para um local secreto e permaneceram até o horário da votação.


- Ficamos até sem os celulares, e agora estou atrás do meu - disse o deputado Hélio Soares (PP), logo após a divulgação do resultado da eleição, quando todos os aparelhos que estavam em um saco escondido foram devolvidos.


- Foi um jogo duro, e a bancada do PT ficou unida em torno da candidatura de Arnaldo Melo, embora fazendo parte do governo Roseana - acrescentou o deputado Bira do Pindaré, que aproveitou para avisar que fará oposição ao governo.

Parlamentares se retiram do plenário

A surpresa na eleição de Melo ficou por conta dos deputados de primeiro mandato, que chegaram à Assembleia Legislativa com o apoio dos pais e parentes umbilicalmente ligados à família Sarney. Dentre eles, Edilázio Júnior (PV), genro da desembargadora Nelma Sarney, tia de Roseana; Rogério Cafeteira (PMN), sobrinho do senador Cafeteira, aliado incondicional de Sarney no Senado; e Eduardo Braide (PMN), filho do ex-deputado Carlos Braide (PMDB), que era um dos coordenadores da campanha de Murad.


Após o resultado das eleições, o grupo de Ribeiro, comandado por Murad, se retirou do plenário ignorando o discurso de posse do novo presidente eleito, onde reafirmou o seu apoio ao governo, mas que manterá a independência do Legislativo sem descriminar nenhum deputado por sua coloração partidária.


- Vamos comandar com a capacidade de dizer não quando tiver de dizer; e sim quando for possível. O mais importante é que seja respeitada a vontade deste plenário. Temos ligação política com a governadora Roseana. Sinto-me legitimado a comandar a Casa porque sou maranhense e tenho seis mandatos - avisou.


O novo presidente disse ainda que a partir desta quarta-feira conversará com todos os deputados para tentar restabelecer a harmonia com o Executivo, pois acredita que não há ressentimentos que não possam ser superados após a disputa.


Arnaldo Melo é médico e está no sexto mandato consecutivo. Se afastou da Assembleia apenas uma vez, entre 2003 e 2005, para assumir a secretaria de estado das Cidades, no governo José Reinaldo (PSB), então rompido com o grupo Sarney.


Esta é a terceira vez que concorreu ao cargo de presidente da Assembleia, sempre contrário aos candidatos indicados pela família Sarney.

Jonas é o novo vereador de Bacabal, Ilton quer a mesma vaga



Jonas Medeiros e Ilton Viana
Para assumir o mandato de deputado federal, Alberto Filho renunciou ao de vereador em Bacabal. E quem tem direito a ocupar a vaga?


A discussão é a tônica no meio político do país. Há quem afirme que o mandato pertence à coligação partidária formada para disputar a eleição. Outra corrente defende que o mandato pertence ao partido. Assim, em caso de vaga, assume um suplente do partido.


É essa a tese que prevaleceu na Câmara de Bacabal para que Francisco Jonas Medeiros (PDT) fosse empossado na tarde de segunda-feira (31). Jonas, radicado no bairro Trizidela, já foi vereador. Na eleição de 2008, obeteve 722 votos e ficou na suplência.


Mas a vaga tem outro pretendente. Ilton Alves Viana (PSDB) está de olho no mandato e promete brigar na Justiça para assumir uma cadeira no legislativo. Ilton também já foi eleito vereador, mas em 2008 ficou como suplente, com 889 votos. fonte blog do louremar