terça-feira, 29 de dezembro de 2009

População protesta contra falta de atendimento em hospital


Os parentes e amigos dos jovens Cláudia Regina e Paulo Ricardo Oliveira, vítimas da negligência no atendimento médico, e que morreram recentemente, em consequência da falta de atendimento na emergência do Hospital Laura Vasconcelos, realizaram, na manhã desta terça-feira (22), uma passeata pelas principais ruas de Bacabal.
A passeata teve a concentração na Praça Cleomenes Falcão e percorreu as ruas Getúlio Vargas e Barão de Capanema, passando pelo Fórum e Ministério Público. A manifestação terminou em frente à sede da prefeitura.
- O objetivo do nosso protesto é alertar a população, cobrar e responsabilizar as autoridades competentes, para que não ocorra com outras pessoas esses fatos lamentáveis que agravaram e contribuíram para a morte de Paulo Ricardo e Cláudia Regina. Os médicos e funcionários contratados na área da saúde que é municipalizada, estão com os seus salários atrasados, faltam medicamentos e equipamentos adequados, além de profissionais qualificados para atenderem melhor os pacientes - ressaltou Aniele Oliveira, irmã de Paulo, em entrevista a Rádio Mirante FM.
Além do protesto desta terça-feira, será entregue ao Ministério Público Estadual, um abaixo assinado com centenas de assinaturas, exigindo que o promotor responsável pela 2ª promotoria, apures os dois casos ocorridos em Bacabal.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Mensagem de Natal e Ano Novo Deste Blog A Todo Povo Maranhense


Mensagem de Natal e Ano Novo Deste Blog A Todo Povo Maranhense

Um momento doce e cheio de significado para as nossas vidas.É tempo de repensar valores, de ponderar sobre a vida e tudo que a cerca.É momento de deixar nascer essa criança pura, inocente e cheia de esperança que mora dentro de nossos corações.É sempre tempo de contemplar aquele menino pobre, que nasceu numa manjedoura, para nos fazer entender que o ser humano vale por aquilo que é e faz, e nunca por aquilo que possui.Noite cristã, onde a alegria invade nossos corações trazendo a paz e a harmonia.O Natal é um dia festivo e espero que o seu olhar possa estar voltado para uma festa maior, a festa do nascimento de Cristo dentro de seu coração.Que neste Natal você e sua família sintam mais forte ainda o significado da palavra amor, que traga raios de luz que iluminem o seu caminho e transformem o seu coração a cada dia, fazendo que você viva sempre com muita felicidade.Também é tempo de refazer planos, reconsiderar os equívocos e retomar o caminho para uma vida cada vez mais feliz.Teremos outras 365 novas oportunidades de dizer à vida, que de facto queremos ser plenamente felizes.Que queremos viver cada dia, cada hora e cada minuto na sua plenitude, como se fosse o último.Que queremos renovação e buscaremos os grandes milagres da vida a cada instante.Todo Ano Novo é hora de renascer, de florescer, de viver de novo.Aproveite este ano que está chegando para realizar todos os seus sonhos!

Edivaldo Holanda felicita população pelo Natal e Ano Novo


O deputado Edivaldo Holanda (PTC), ocupou a tribuna nesta segunda-feira (21) para desejar feliz Natal e próspero Ano Novo aos demais deputados, a todos os servidores do Poder Legislativo e a população em geral. Holanda disse que deseja a todos um ano de paz, saúde e harmonia. Ele disse também que espera que o verdadeiro significado do Natal, que é o aniversário de Jesus, não seja anulado pelo apelo comercial da data. "Que o nosso Natal não seja o Natal da Rua Grande, não seja o Natal do Papai Noel; que o nosso Natal seja realmente o Natal de Cristo, o Natal daquele que veio para trazer a paz e trazer a fraternidade, a salvação para os homens", disse o parlamentar evangélico.

Jaconias mostra amizade e liderança e lota ACITI


O vereador Jaconias Moraes, mostrou ontem a noite que tem muita amizade em na vizinha cidade de Timon. Foi a maior festa de público ocorrida na cidade este ano. Nem mesmo a visita da governadora Roseana Sarney e a do ministro Carlos Lupi, conseguiu reunir tantas pessoas.Na festa de confraternização natalina do edil, tinha pessoas de todos os seguimentos sociais e partidários que foram se confraternizarem com o vereador da cidade de Timon.Jaconias usou da palavra para dizer que se sentia muito grato com a presença de todos e confirmou que não pretende mais disputar um mandato de vereador, já esta exercendo o seu quarto mandato e agora pensa em disputar outro cargo pela legenda do PDT agremiação na qual é filiado, tudo indica que é um mandato de deputado federal e para tanto pelo os que estamos sabendo ele esta se estruturando, pois além de pessoas de Timon, na sua festa tinha grupos de outras cidades . Fonte: -->

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Jackson diz que o Maranhão parou

Jackson Lago e o vereador Jaconias Moraes


O ex-governador Jackson Lago, disse ontem em Timon, que lamentavelmente o Estado do aranhão esta parado a oito meses, desde quando ele deixou o Governo do Estado por decisão judicial.Lago frisou que se estivesse no Governo já teria inaugurado mais cem escolas que ele deixou em andamento, mais mesmo assim ele chegou a inaugurar 178 deixando mais de cem a ser inaugurada, ale, de ter feito um grande trabalho na saúde, ampliando os socorrões e fez estradas em todo o Estado.Lago esteve naquela cidade acompanhando o ministro Carlos Lu´pi e participou de uma solenidade na sede do PDT onde estava sendo comemorada a festa de confraternização da agremiação partidária. Fonte: -->

Holanda diz que povo de Imperatriz rejeita reinauguração de ponte



O líder do Bloco de Oposição na Assembleia Legislativa, deputado Edivaldo Holanda (PTC) disse hoje (segunda-feira, 14) que existe um forte sentimento da população do município de Imperatriz contra o gesto da governadora Roseana Sarney (PMDB) de promover, amanhã (15), a reinauguração da Ponte da Integração, ligando o Maranhão ao Tocantins.Para Edivaldo, não é justo que a governadora reinaugure a obra, iniciada no governo José Reinaldo Tavares (PSB), e já inaugurada pelo ex-governador Jackson Lago (PDT). Segundo ele, Roseana poderia muito bem fazer a ponte, durante oito anos de mandato no governo do estado.“O ex-governador do Tocantins, Siqueira Campos, desafiou a governadora a iniciar a construção da Ponte, uma obra importante para o Maranhão e para o Tocantins, que fazem fronteira com estados do norte e do meio – norte do Brasil. Mas, Roseana Sarney sempre se recusou a iniciar a obra” disse Edivaldo Holanda.O líder da Oposição lembra que a construção da Ponte da Integração — iniciada durante governo José Reinaldo Tavares (PSB), e continuada, com recursos do governo do Maranhão, no governo Jackson Lago (PDT) — não recebeu apoio do ex-governador do Tocantins, Marcelo Miranda, nem do governo federal.De acordo com o deputado, a iniciativa do atual governo em alterar a concepção original das partes dos acessos da Ponte da Integração, já trouxe resultados desastrosos. “O acesso, em meia lua, está tecnicamente errado, e ficou altamente perigoso. Já morreram duas pessoas no local”, lamenta.CONFRATERNIZAÇÃOEdivaldo Holanda registrou que participou, acompanhado do ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB), do presidente da Assembleia, deputado Marcelo Tavares (PSB) do Pastor Porto (PPS) e de outras autoridades, da festa de confraternização promovida pelo prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB).Na opinião do parlamentar oposicionista, a solenidade expressou, sobretudo, uma marca do prefeito Sebastião Madeira que, desde os primeiros dias de sua administração, faz um excelente trabalho, sempre em permanente comunicação direta com toda a população.
Cláudio BritoAgência Assembleia

Faça sua carta pro Papai Noel

Zé Reinaldo e Jackson colocaram o MA nos trilhos, diz presidente da AL


O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Tavares (PSB), em discurso na sessão de hoje (terça-feira, 15), reagiu às insinuações de parlamentares governistas de que a culpa do endividamento histórico do Estado seja dos ex-governadores José Reinaldo Tavares (PSB) e Jackson Lago (PDT).
Segundo Marcelo, ocorreu justamente o contrário, os dois últimos governos fizeram um esforço monumental e conseguiram, de fato, colocar o Maranhão nos trilhos.
Marcelo Tavares garantiu ter a certeza de que os governos que não endividaram o Maranhão foram os de José Reinaldo e Jackson Lago, pois até então este era um estado extremamente endividado, com quase duas vezes a sua receita corrente líquida em valores comprometidos. "E não foi nem José Reinaldo nem Jackson Lago que fizeram essa dívida".
Ele disse que os dois últimos governadores encontraram o Maranhão quebrado financeiramente e colocaram o estado de volta aos trilhos para que pudesse recuperar a sua capacidade própria de investimento.
O presidente da Assembleia informou que nos dois governos anteriores o Maranhão se recuperou financeiramente, a dívida foi paga em boa parte, os níveis em valores nominais caíram e o Estado teve um crescimento magnífico na arrecadação. “Foi nos governos de Jackson e José Reinaldo que o Maranhão fez a lição de casa em matérias fiscal e tributária”, garantiu.
Marcelo lamentou que após um esforço de anos, mais uma vez o Estado do Maranhão esteja se curvando à penúria e endividando as próximas gerações. Afirmou, ainda, que nenhum governo — nem o atual ou qualquer outro — tem o direito de contaminar a capacidade de investimento do estado.
Para Marcelo Tavares, o Maranhão faz parte da uma unidade federativa do Brasil e não pode ficar à mercê dos governos federais. Segundo ele, o Maranhão tem que ter condições de investimento próprio e, para isso, a Assembleia precisa rejeitar um novo pedido de empréstimo.
Marcelo garantiu que o Maranhão deixado pelo ex-governador Jackson Lago não foi um estado quebrado, foi um estado autosuficiente, de pé. Ele lembrou que o atual governo recuperou quase a totalidade dos recursos conveniados, que retornaram às contas do Tesouro Estadual, mais ainda assim os pedidos de financiamentos deverão chegar a aproximadamente um bilhão de reais.
Na avaliação de Marcelo, Roseana Sarney (PMDB) é o governo que mais vai endividar o Maranhão no menor prazo de tempo que ele já viu na história. “Mas é um governo que não precisa desse dinheiro e com certeza vamos pagar mais de dois ou três bilhões de reais”.
ORÇAMENTO
A análise de Marcelo Tavares sobre o endividamento do estado foi feita durante o discurso na sessão de hoje em que ele pediu atenção especial dos deputados à votação do Projeto de Lei Orçamentária, marcada para esta quarta-feira.
Ele disse que ainda há tempo dos parlamentares refletirem sobre o conteúdo da Lei Orçamentária de 2010 e corrigir o que necessita ser corrigido. “Nós não podemos aprovar este empréstmo, sob pena de entrar para a história como o Poder Legislativo que de certa forma compartilhou com o maior endividamento, no menor prazo da história, dos recursos do povo maranhense”.
Ainda no contexto do discurso sobre a peça orçamentária, Marcelo Tavares também chamou atenção para a importância da aprovação da Emenda nº 52, de sua autoria, que coloca recursos para ampliação e interiorização da Defensoria Pública no Maranhão, no valor global de R$ 18 milhões, e para a Emenda nº 54, que desloca recursos da Secretaria de Comunicação para a Secretaria de Educação.
Ele ressaltou a necessidade do Maranhão retornar aos mesmos níveis de investimentos na educação do governo José Reinaldo, citando como exemplo, a garantia de R$ 8,2 milhões para a manutenção de todas as quase 40 escolas da pedagogia da alternância em todo o estado.
Marcelo Tavares também destacou outra emenda de sua autoria, destinando R$ 800 mil para o município de Penalva. Os recursos servirão para que a população de Penalva possa ter acesso ao serviço de abastecimento de água, que atualmente é precário. (Da Agência Assembleia)

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Falta de atendimento médico causa morte de jovem


A morte do jovem Paulo Oliveira, ocorrida na noite de sábado (5) revela mais uma dentre várias denúncias de falta de atendimento no pronto-socorro de Bacabal. Segundo os familiares, apenas um soro foi injetado no rapaz. Não tinha ambulância para fazer o transporte até São Luis e o mesmo terminou por falecer.
Na tarde de sábado o jovem Paulo Ricardo Oliveira (20) sofreu um grave acidente na BR-316, próximo da entrada de Bacabal. Paulo trafegava em uma moto na companhia de outro jovem, Heitor Neto, quando colidiu com um automóvel que fez uma manobra irregular. O carro tentava evitar uma blitz da Polícia Rodoviária e fez o retorno sem observar que a moto de Paulo vinha atrás. Os jovens não tiveram como evitar o choque.
Paulo Oliveira saiu do acidente com traumatismo craniano, seu amigo teve mais sorte, machucou apenas o pulso. A partir do momento em que foi socorrido por um desconhecido começava uma história de descaso e omissão das autoridades de saúde. Conforme relatam familiares do jovem Paulo ele foi levado para o Hospital Regional Laura Vasconcelos, administrado pela Secretaria Municipal de Saúde, e lá a única providência tomada foi a administração de um soro com sedativo.
- Pode-se dizer que não houve atendimento. O que aconteceu lá não se chama de atendimento. O meu irmão não teve o socorro. O que colocaram nele foi só um sedativo. Ele ficou numa maca La, jogado, e não teve nenhum médico presente, só uma enfermeira que tava lá, e nada foi feito – desabafa Aniele Oliveira, irmã da vítima.
Foi Aniele quem acompanhou Paulo até Presidente Dutra. Por falta de condições para fazer os exames de diagnóstico em Bacabal, o rapaz foi transferido para São Luis, mas a família optou pelo pronto-socorro de Presidente Dutra. Segundo Aniele, os médicos que prontamente atenderam Paulo naquela cidade, chegaram a comentar o fato de ele não ter recebido os primeiros atendimentos o que contribuiu para o agravamento do seu estado de saúde.
A jovem Aniele Oliveira, revoltada por não ter sido disponibilizada sequer uma ambulância para o transporte do seu irmão, reclama por justiça

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Deputado acusa Ricardo Murad de beneficiar ICN com R$ 34 milhões


O líder do Bloco Parlamentar Progressista (BPP), Edivaldo Holanda (PTC), acusou ontem o secretario estadual de Saúde, Ricardo Murad, de beneficiar um instituto identificado apenas por ICN, com contrato sem licitação avaliado em R$ 34 milhões. Holanda disse que Murad tem destinado "milhões para a Cruz Vermelha, milhões para o ICN, milhões para outras entidades, tudo na maior tranquilidade, sem se saber o critério".
Edivaldo Holanda lembrou que o secretário de Saúde, quando fazia oposição ao governo Jackson Lago, vivia criticando qualquer ausência de licitação, e contou ter recebido um e-mail de um cidadão, que fez o levantamento, há três meses, que a Secretaria de Saúde do Estado já havia feita a dispensa de licitação no valor de R$ 200 milhões. O parlamentar do PTC afirmou que vai solicitar, novamente, que os contratos da Secretaria de Saúde sejam investigados.
Diante de tanta dispensa de licitação, Edivaldo Holanda fez um apelo para que o plenário não aprecie pedido enviado pelo Executivo, de autorização de empréstimo no valor de R$ 500 milhões. "Só nestes nove meses de governo, se a Casa aprovar os R$ 500 milhões, o Maranhão terá sido endividado na ordem de quase R$ 1 bilhão, cerca de R$ 800 milhões, às vésperas de uma eleição", denunciou.
Holanda voltou a condenar os gastos públicos com propaganda de culto à personalidade pela governadora Roseana Sarney e destacou a decisão do juiz que deferiu pedido do Ministério Público, mandando retirar a propaganda veiculada em televisão e jornais que favorecia a governadora. Enquanto isso, de acordo com o parlamentar, as obras estão paralisadas no interior do Estado e vários municípios, a exemplo de Porto Franco, enfrentando graves problemas na área de saúde, por conta de corte de recursos para municípios geridos por prefeitos de oposição. Lembrou também que os recursos do Pronasci estão voltando e que presos provisórios se acumulam de volta nas delegacias.
O líder do BPP fez um apelo à governadora, para que convoque o secretariado e "comece a planejar o seu governo", porque os secretários estariam "fazendo política partidária, em vez de políticas públicas". Fez um apelo também para que "respeitem a sociedade, respeitem o povo do Maranhão e procure, cada um, cuidar daquilo para o qual foi nomeado, que é a saúde, a seguranEdivaldo Holanda fez ainda um apanhado de vários problemas existentes em diversas áreas e criticou a forma "debochada" que líderes governistas adotaram para rebater as denúncias.

sábado, 5 de dezembro de 2009

Cassação em Bacabal: Jura Filho prova do próprio veneno



Lisboa vai ter de rezar muito
A procuradora regional eleitoral Carolina da Hora Höhn está pedindo a cassação do prefeito e vice-prefeito de Bacabal. Raimundo Liboa (PDT) e Taugi Lago (PMDB) estão sendo acusados pelo deputado federal e candidato derrotado José Vieira Lins (PP) de abuso do poder político, econômico, dos meios de comunicação e captação ilícita de votos. A relatora do caso, que só deve ser julgado no próximo ano, é a juíza Márcia Chaves.
O presidente da Famem e a mãe do deputado e ex vice-governador Jura Filho (PMDB) teriam se utilizado de convênios para pavimentação de ruas celebrados no final de junho com o governo Jackson Lago (PDT), quatro meses antes do pleito. O fato seria proibido pela legislação eleitoral porque as obras foram realizadas meses depois dentro do período vedado. Lisboa e Taugi teriam utilizado um programa de TV local (”Roda Viva”), pago por uma empresa terceirizada pela prefeitura, para fazer propaganda deles, além de patrocinado o BEC (Bacabal Esporte Clube) que fornecia camisas aos torcedores com o número 12, o mesmo do PDT.
Em relação à celebração dos convênios a procuradora diz não haver no provas que eles foram feitos de forma irregular. “Verifica-se que a petição inicial já é um tanto vaga a respeita de tal ou qual convênio que haja sido celebrado ao alvedrio da lei. Não especifica convênio por convênio. Tão-só afirma que a maioria deles foi publicada na data de 30.06.2008, tendo supostamente seus atos de execução adentrando o período vedado”, assegura ela.
Carolina da Hora descarta, também por falta de provas, a denúncia de que o município teria patrocinado o programa de televisão e o BEC. No entanto, de acordo com o depoimento de várias testemunhas, defende que o prefeito e sua vice cometeram crime eleitoral ao participarem da inaugurações de obras nos três meses que antecederam a eleição.
“Os recorridos compareceram às inaugurações de obras de pavimentação de ruas e até de praças públicas, conforme declara Maria Pereira dos Santos. Comparecimento estes que se deram no mês de setembro e pouco antes das eleições de 2008, preenchendo-se, pois, o requisito temporal da conduta: três meses anteriores ao pleito. E isto se confirma pelo fato de que a pavimentação de ruas e avenidas foi deflagrada nos três meses precedentes da eleição, dentro do período vedado”, afirma o parecer pedindo a cassação dos diplomas do pedetista e da peemedebista.
O curioso no caso é que a procuradora usa como fundamentação o processo que Jura Filho moveu contra a hoje aliada Graciete Lisboa (PSDB). Ela teve o mandato de deputada cassado por motivos semelhantes. Foi afastada definitavamente de suas funções mês passado por ter participado de inaugurações de obras em Bacabal com o então marido Raimundo Lisboa, em 2006. Durante julgamento do caso pelo TRE, em 2007, o hoje presidente da Famem foi apenas multado.
“A participação da candidata (Graciete) em diversas inaugurações de obras públicas, no período eleitoral, tem potencialidade para interferir no resultado da eleição. Não é necessária a comprovação no nexo causal entre as condutas ilícitas e o resultado das eleições para ensejar a cassação do mandato eletivo”, diz o ministro do TSE Ricardo Lewandowski, citado por Carolina da Hora, ao negar em agosto deste ano um pedido de reconsideração da tucana.
Ou seja, o ex vice-governador e hoje deputado Jura Filho pode provar do próprio veneno: os argumentos que ele utilizou para cassar Graciete podem servir também para afastar sua mãe da Prefeitura de Bacabal.
Essa não será a primeira vez que ele prejudica a carreira política de sua genitora.Em 2006, mesmo avisado, assumiu o governo interinamente durante uma viagem do então governador José Reinaldo Tavares (PSB) à China, deixando Taugi inelegível. Ela teve de renunciar a candidatura à Prefeitura de Bacabal faltando dois dias para eleição. Perdeu por cerca de 800 votos do próprio Lisboa, de quem é vice hoje, na ocasião apoiado por José Vieira, que tenta agora cassar os dois.
São as voltas que o mundo da política dá!




SOCORRÃO: OBRA INACABÁVEL

A situação da saúde em Bacabal hoje é preocupante. No início deste mês acabou o prazo que a Prefeitura pediu ao Ministério Público para a conclusão do Pronto Socorro Municipal. Passaram-se seis meses e nada. Ontem também completou três meses que os servidores da saúde não recebem salários. Somam-se a isso as péssimas condições de funcionamento do Laura Vasconcelos, única referência de saúde na cidade. Aí fica no ar uma pergunta que não se cala: vamos recorrer a quem? Se nem mesmo a justiça consegue sensibilizar o prefeito Dr. Lisboa da situação. E é sempre bom lembrar, ele é médico.

Bacabal cada vez mais se consagra com a cidade do antigamente tinha; já teve isso, já teve aquilo e por aí vai. Na gestão do ex-prefeito Zé Vieira, isso é fato, a saúde de Bacabal não era a melhor que existia, mas era uma referência importante para a região. Muitas pessoas vinham de diversas cidades em busca de tratamento, pois aqui pelo menos conseguia um atendimento de nível bom. Neste período o secretário de saúde era Dr. Lisboa, o mesmo que está prefeito hoje. O seu trabalho neste setor o credenciou para substituir Zé Viera. Pelo que vem acontecendo hoje, chego à conclusão de que se a saúde funcionava bem no passado não era pela qualidade do secretário. Atualmente muitos bacabalenses, principalmente mulheres grávidas, estão indo a outras cidades da região como Vitorino Freire, Lago da Pedra e São Mateus, em busca de melhor atendimento.

O prefeito de Bacabal pelo que demonstra, não respeita ninguém. Não paga os funcionários da saúde, não respeita os médicos, faz pouco caso da justiça e por aí vai. Enquanto isso, o povo vai sofrendo as conseqüências de uma administração em seu primeiro ano de segundo mandato com se fosse acabar amanhã. E o pior é que diante de toda essa triste situação ninguém sabe mais a quem recorrer.
às forte blog natinho brito

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Brasil cai em grupo difícil da Copa-2010


Seleção pegará Costa do Marfim e Portugal na primeira fase




Enfim, a Copa do Mundo de 2010 tem sua cara - em princípio, nada agradável para o Brasil. Em sorteio realizado nesta sexta-feira, na sul-africana Cidade do Cabo, a Seleção caiu no chamado "grupo da morte" da competição. Os adversários serão Coreia do Norte, Costa do Marfim e Portugal.

Nos outros grupos, os favoritos não devem ter dificuldades para chegar às oitavas de final. A Alemanha deve ter mais trabalho, diante de Austrália, Gana e Sérvia.

A Argentina é outra que pode ter dificuldades na primeira fase. Nigéria e Grécia prometem jogos complicados. A Coreia do Sul completa o grupo.

O pontapé inicial da Copa acontecerá no dia 11 de junho, entre África do Sul e México, em Johanesburgo. O Brasil estreia no dia 15, também em Johanesburgo, contra os norte-coreanos.


O sorteio

As 32 seleções foram divididas em quatro potes. O primeiro tinha os cabeças de chave do sorteio. O segundo, seleções de Oceania, Ásia e Concacaf. O terceiro, as de África e América do Sul. Por fim, o quarto contava apenas com europeus.

Por ser anfitriã, a África do Sul era a única seleção que já tinha grupo definido, o A. Os demais cabeças de chave foram divididos nos demais grupos. O Brasil caiu no G.

A Seleção teve sorte no segundo pote: escapou de México e Estados Unidos, tendo de enfrentar a Coreia do Norte. No terceiro, no entanto, a situação mudou e a Costa do Marfim caiu no grupo brasileiro.

O quarto pote guardava potências como Holanda e Portugal. E, para azar de Dunga, uma delas caiu no grupo brasileiro. A seleção lusa será adversário.

Confira os oito grupos da Copa do Mundo de 2010:

GRUPO A
África do Sul
México
Uruguai
França

GRUPO B
Argentina
Coreia do Sul
Nigéria
Grécia

GRUPO C
Inglaterra
Estados Unidos
Argélia
Eslovênia

GRUPO D
Alemanha
Austrália
Gana
Sérvia

GRUPO E
Holanda
Japão
Camarões
Dinamarca

GRUPO F
Itália
Nova Zelândia
Paraguai
Eslováquia

GRUPO G
Brasil
Coreia do Norte
Costa do Marfim
Portugal

GRUPO H
Espanha
Honduras
Chile
Suíça

Populção interdita a BR 316 próximo a cidade de Bom Jardim

Populares agora pouco interditaram a BR-316, entre Bom Jardim – MA e Zé Doca, mais precisamente no perímetro urbano da cidade de Bom Jardim na entrada da MA-318 que liga a São João do Caru - MA, cerca de 100 km de distancia de uma cidade a outra.



Não há maneira de se chegar a São João do Caru diretamente. A viagem tem de ser feita em duas partes: a primeira (mais light) até a cidade Bom Jardim e de lá a São João do Caru. O tempo que se demora a vencer esse último trecho, de cerca de 100 km, depende de vários fatores, como as condições da estrada de terra (a MA-318), o clima e o estado do veículo em que se viaja. Por exemplo: no inverno o percurso chega a ser feito em 10h ou talvez, nem chega a ser completada, devidos os inúmeros atoleiro. Já no verão o percurso chega a ser feito entre 6h a 7h.

A interdição foi motivada pelas precariedades da MA-318, mas conhecida como estrada dos sonhos. Vários acidentes já ocorreram no percurso da estrada,, quase todas as ponte (de madeira) estão quebradas sem ter condições se quer de passar de bicicleta, muitos atoleiros e lama no inverno, muita puáca no verão e muita dor de cabeça pra quem viaja numa das piores estradas do Brasil.

O Governo do Estado e as Prefeituras das duas cidades, já destinaram verbas milionárias para a recuperação da MA-318, mas como a corrupção rola solta, em muitas prefeituras e governos estaduais, a verba entrou pelo bolso, ou melhor, pelo ralo.

Com a interdição da BR-316, uma das mais importantes do Estado, o engarrafamento já chegar a centenas de quilômetros de distância, os manifestantes, já determinaram que só irão desobstruir a BR-316, após o início das obras de recuperação da MA-318.

JUSTIÇA PROÍBE VEICULAÇÃO DE PROPAGANDAS IRREGULARES DO GOVERNO ROSEANA


O juiz Carlos Henrique Rodrigues Veloso, da 2ª Vara da Fazenda Pública, acatou liminar do Ministério Público Estadual que proíbe a veiculação de publicidade institucional do Governo do Estado nos meios de comunicação. O MP entendeu que a campanha veiculada na TV é exclusivamente para promover e cultuar a personalidade da governadora Roseana Sarney (PMDB).
A liminar interposta pelo Ministério Público requer a suspensão imediata das publicidades do governo que apresentam imagens, nomes ou qualquer promoção pessoal da governadora Roseana Sarney ou a qualquer outro agente político.
A ação civil pública, com pedido de liminar é assinada pelos promotores de defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, João Leonardo Sousa Pires Leal e Marcos Valentim Pinheiro Paixão.
Os promotores alegam que o Governo do Estado tem veiculado publicidade indevida tanto em TV aberta, quanto através do informativo denominado “De volta ao Trabalho” e “O futuro já chegou”, este último distribuído no Jornal O Estado do Maranhão em outubro, que expõe fotografias de políticos e empresários, além de citar várias vezes o nome da Governadora, reproduzindo ainda o seu discurso com intuito de divulgar apenas sua pessoa e não as ações da administração.
Na decisão, o juiz considera irregular diversos atos de publicidade institucional do governo baseando-se no artigo 37 da Constituição Federal que admite apenas publicidades de órgãos públicos de caráter educativo, informativo ou de orientação social não podendo constar nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades.
O juiz alega ainda que de posse das peças publicitárias, fica evidenciado o desvio da publicidade institucional custeado pelos cofres públicos descumprindo ainda as normas de impessoalidade.
Foi determinado pena de multa de R$100.000,00 (cem mil reais) para cada exibição ou distribuição das peças publicitárias que contenham as irregulares citadas. (Com informações da Central de Notícias)

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Voz de Silvio Santos, Lombardi morre aos 69 anos


A voz que sempre acompanhou Silvio Santos se calou na manhã desta quarta-feira (2). Luiz Lombardi Netto, que foi locutor oficial dos programas do dono do SBT durante anos, faleceu em sua casa, na cidade de Santo André.
De acordo com informações do irmão do locutor, Reinaldo Lombardi, ele foi encontrado pela esposa, Eni, morto na cama. E, segundo relatos da empregada, Lombardi não acordou.
Reinaldo disse ainda que, ao saber da notícia, Silvio Santos cancelou uma gravação que aconteceria nesta manhã. Ele soube da fatalidade a caminho do SBT. Chegou à emissora com a cara séria e abatida.
O locutor não sofria de nenhuma doença. Por este motivo, ainda não se sabe a causa da morte. Informações sobre o velório ainda não foram divulgadas.
O SBT emitiu comunicado à imprensa sobre o ocorrido: "É com muita tristeza que o SBT comunica o falecimento do grande companheiro de Silvio Santos e da emissora, Luiz Lombardi Neto, de 69 anos".
"Perdi um grande amigo. Pessoa digna e de uma extrema bondade. Sempre me ajudou", escreveu Celso Portiolli em seu Twitter.
Ratinho, outro companheiro de SBT, também deixou sua mensagem: "Lamentamos o falecimento do nosso amigo e companheiro Lombardi. A voz que fez parte da história não só do SBT, mas de todo o Brasil".
Emílio Surita, do "Pânico na TV", comentou sobre a morte do locutor. "Aos poucos vamos perdendo os grandes nomes da comunicação; é dura a vida, mas é assim que funciona", postou.
Lombardi, A Voz
A voz de Luiz Lombardi Netto vai deixar saudades no público e nos amigos, especialmente para Silvio Santos. Além do profissionalismo, os dois se tornaram grandes amigos e mantinham relação familiar.
Nascido em 1941, o dono de uma das vozes mais conhecidas do Brasil iniciou sua carreira na TV Paulista como locutor de cabine. Pouco depois, a emissora foi comprada pela Rede Globo.
O locutor permaneceu na empresa por mais dois anos, até que Silvio Santos o chamou para trabalhar com ele. A partir de então, em meados da década de 70, os dois sempre trabalharam lado a lado.
Lombardi anunciava promoções e sempre divulgava os produtos do empresário durante o "Programa Silvio Santos". De acordo com informações dos próprios funcionários da SBT, Silvio não iniciava nenhuma gravação sem que o amigo estivesse por perto.
Durante anos, o homem foi sinônimo de mistério. Somente sua voz era ouvida, pois ele nunca mostrava o rosto, ou então, apenas sua sombra.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Partidos pedem que Nelma Sarney não seja reconduzida ao TRE-MA


Representantes de cinco partidos políticos - PDT, PT, PSDB, PTC e PPS - ingressaram com uma representação no Tribunal de Justiça do Estado, reivindicando que a desembargadora Nelma Sarney não seja reconduzida ao Tribunal Regional Eleitoral.


A representação, assinada pelos presidentes dos diretórios regionais dos cinco partidos, pede ainda que, no processo de escolha do próximo desembargador que comporá o TRE-MA, seja levado em consideração o princípio da imparcialidade do juiz, para que não haja a recondução de membro, que seja parente deste ou daquele outro notório pré-candidato às eleições de 2010.

Além de encaminhada ao TJ-MA, a carta dos cinco partidos foi enviada também ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Os signatários da carta - Julião Amin, Domingos Dutra, Roberto Rocha, Edivaldo Holanda e Paulo Matos - argumentam que "no Maranhão, às vésperas de mais uma eleição majoritária, temos a mais alta Corte estadual eleitoral presidida pela desembargadora Nelma Celeste Sousa Sarney, parente direta de prováveis candidatos a diversos cargos eletivos, inclusive da atual governadora - derrotada nas urnas e declarada eleita pelo próprio Judiciário - e de seu genro, que se apresenta abertamente como pré-candidato ao cargo de deputado estadual".

Eis o texto da carta encaminhada à cúpula do TJ-MA, do TSE e do CNJ: "A base filosófica da democracia é o respeito à opinião de cada cidadão e rendição das opiniões individuais à vontade majoritária. O voto da maioria prevalece e dele não se discute se certo ou errado. Admite-se o erro na escolha (o que pode prejudicar o futuro da comuna) mas nunca sua legitimidade (assentada na idéia de soberania popular).

Assim se espera também da justiça dos homens. Nunca será neutra, pois brota da experiência humana e da carga valorativa de cada um. Mas, na origem, há de ser imparcial, eqüidistante das partes. Essa é a vontade do ordenamento jurídico pátrio, codificada em diversos artigos que instituem todo um cabedal de recursos - de embargos a argüições de suspeição e impedimento - que consagram o ideal de imparcialidade do Judiciário.

No Maranhão, às vésperas de mais uma eleição majoritária, temos a mais alta Corte estadual eleitoral presidida pela desembargadora Nelma Celeste Sousa Sarney, parente direta de prováveis candidatos a diversos cargos eletivos, inclusive da atual governadora - derrotada nas urnas e declarada eleita pelo próprio Judiciário - e de seu genro, que se apresenta abertamente como pré-candidato ao cargo de deputado estadual.

Não se discutem os méritos jurídicos da presidente do Tribunal. Isso não está em jogo! O que está em causa é o princípio da imparcialidade, pedra de toque da confiança da cidadania na Justiça. Todos sabem que a primeira condição para o juiz exercer sua nobre missão é a de estar acima das partes e em igual distância delas. A imparcialidade é, portanto, uma garantia às partes de que o processo não será transformado em instrumento de iniqüidades, com a distribuição de favores aos amigos ou de danos aos adversários, a exemplo do que ocorreu no pleito passado (fato público e notório, com ampla repercussão nos meios de imprensa nacional).

Agrava-se o quadro com anúncio recente da nomeação, como titular do TRE-MA, do presidente da Fundação José Sarney, o advogado José Carlos Sousa Silva, que também advoga para o grupo Mirante de Comunicação, controlador dos instrumentos de radiodifusão de propriedade da família Sarney. Até onde vai a presunção da imparcialidade?

Diga-se, em defesa do princípio da imparcialidade, que ele chega a ser, também, uma garantia aos próprios juízes. Com efeito, a própria lei os resguarda de injunções e pressões familiares e de amigos próximos, através de instrumentos para que ele moto próprio se afaste do processo. A pressão que advém da intimidade familiar e de profundos vínculos afetivos, recomenda (rectius exige) que o próprio juiz mantenha distância dos conflitos desse jaez.

O próprio Código Eleitoral, doutro modo, tem dispositivo específico pra o afastamento de juiz quando presente candidatura de parente seu até segundo grau, em eleição dentro da área de sua jurisdição.

O certo é que o princípio da imparcialidade consagra um ideal, controla a falibilidade das decisões humanas, protege os vínculos afetivos dos juízes e reforça para a sociedade a sua confiança, senão nos juízes, mas na própria Justiça. Que o Maranhão não seja uma exceção a tão nobres princípios !!!

É o que esperam os partidos políticos que a esta subscrevem, rogando-se, pois, a essa augusta Corte de Justiça que - recebendo a presente missiva como processo administrativo - faça-a apensar aos autos do processo de escolha do próximo desembargador que comporá o egrégio Tribunal Regional Eleitoral de nosso Estado, levando-a em consideração, no sentido de prestigiar o princípio da imparcialidade do juiz, para que não haja a recondução de membro, que seja parente deste ou daquele outro notório pré-candidato.

Clama-se, pois, por Justiça e Imparcialidade!"

Bira do Pindaré anuncia apoio à candidatura de Augusto Lobato


advogado Bira do Pindaré, terceiro colocado na eleição interna do PT do Maranhão, anunciou ontem que irá apoiar Augusto Lobato em sua candidatura à presidência do PT-MA. A decisão de Bira foi anunciada após uma plenária realizada no Sindicato dos Bancários com o grupo que deu sustentação à sua candidatura no primeiro turno.

“Nós decidimos apoiar Lobato em nome da coerência que a gente prega, e também em razão da expectativa de um projeto alternativo para o PT em nosso Estado”, declarou Bira, ao comunicar seu apoio a Augusto Lobato, que ficou em segundo lugar no pleito realizado no domingo passado.

Augusto Lobato agradeceu o apoio de Bira e confirmou que se comprometeu em apoiá-lo em sua candidatura ao Senado em 2010. “Não vejo problema de apoiar o Bira como senador de nosso partido. Bira é uma liderança do PT e da sociedade e, já que é o desejo dele ser candidato a senador, pelo menos da nossa parte, ele terá todo o apoio possível”, declarou Lobato.
Ele acrescentou que, se conseguir se eleger presidente do PT-MA, irá respeitar todas as forças políticas que existem no partido. “É importante dizer que, pessoalmente, não tenho nada contra o Monteiro. Tenho respeito por ele. A questão é política. Ele defende apoio ao PMDB e nós defendemos outra posição”, frisou Lobato, referindo-se a Raimundo Monteiro, que ficou em primeiro lugar na disputa.

Lobato disse ainda que espera ganhar o apoio de Edmilson Carneiro e de Fransuila Farias, que também participaram do primeiro turno da eleição no PT-MA. “Tanto Edmilson quanto Fransuila são pré-candidatos a deputado estadual. E eu sou candidato a presidente do partido para cuidar dos interesses do PT no Maranhão”, assinalou Lobato.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Dutra: maioria do PT 'disse não à catinga de Sarney' no Maranhão

Com 100% de urnas apuradas, o primeiro turno das eleições do Processo de Eleições Diretas (PED) do Partido dos Trabalhadores está decidido: Augusto Lobato e Raimundo Monteiro disputarão a presidência do partido no Maranhão. Na última quarta-feira (25), o deputado Domingos Dutra (PT-MA) discursou na Câmara dos Deputados comentando a votação. Criticou a intromissão da governadora Roseana Sarney na eleição interna do PT e exaltou os petistas que lutam para honrar a história do partido.
A votação aconteceu no último domingo (22), mobilizando mais de 10 mil filiados do PT do Maranhão e mais de 200 mil em todo o País. Atualmente o PT maranhense conta com mais de 27 mil filiados aptos a votar, distribuídos pelos 190 municípios. O PED do PT é considerado o maior processo eleitoral de um partido político no País.
Seis candidatos concorreram à presidência. São eles: Augusto Lobato, Raimundo Monteiro, Bira do Pindaré, Rodrigo Comerciário, Fransuila, e Edmilson Carneiro. As sete chapas que disputaram foram: Renovar é Preciso, Em Defesa da Nossa História, Construindo da Mudança do Maranhão, Unidade Petista, A Força Que Vem da Base, Permanecer na Luta, e Construindo Um Novo Maranhão. Lobato e Monteiro partem para o segundo turno, com 25% e 34% dos votos, respectivamente; e as chapas Em Defesa da Nossa História e Construindo Um Novo Maranhão também disputam o segundo turno, com 20% e 31% respectivamente.
O deputado Dutra acusou a governadora Roseana de tentar se intrometer no Maranhão, através de aliança com candidatos aos cargos petistas. “Nós somos a favor da aliança do PMDB com a ministra Dilma Rousseff, com o PT Nacional, mas não somos obrigados a ir, como partido, no Estado cujas lideranças com o senhor senador Sarney e com a dona Roseana são incompatíveis com a nossa dignidade e com a nossa história”, afirmou o deputado. Leia abaixo o discurso na íntegra:
“Foi encerrado no domingo o primeiro turno do quarto Processo de Eleições Diretas do PT (PED). Quero aqui parabenizar o ex-senador José Eduardo Dutra, que se elegeu no primeiro turno. No Maranhão, seis candidatos disputaram a presidência do partido e sete chapas disputaram o Diretório Estadual. Essas sete chapas se dividiram em apenas dois grupos. De um lado, três chapas e três candidatos a presidente defendiam a aliança com o PMDB da senadora Roseana e do senador José Sarney. Do outro lado, quatro chapas e três candidatos a presidente defendiam a aliança para as eleições de 2010 com o PSB, PCdoB, PRB e PDT. Essas quatro chapas disseram não à aliança com o PMDB.
Lamentavelmente, a governadora Roseana mobilizou o Governo do Estado, meteu sua colher suja nas eleições internas do PT, constrangendo os prefeitos do partido e os prefeitos aliados. A governadora chamava o prefeito no palácio, colocava ao lado o candidato a presidência apoiado por ela, e ameaçava os prefeitos do PT, dizendo que se não apoiassem aquele candidato não teria obras e haveria retaliação.
Felizmente, a militância do PT, por esmagadora maioria, disse não à intromissão indevida da governadora Roseana no processo interno do PT. Com 55% dos delegados e do diretório decidimos que não aceitamos a aliança com o PMDB no Maranhão. Somos favoráveis à aliança do PT com o PMDB para apoiar a ministra Dilma, mas não é obrigatório que a aliança no plano federal repita-se no Estado. Não há mais verticalização. A nossa história do PT do Maranhão não tem nada a ver com a história do PMDB do senador José Sarney. A maioria do PT do Maranhão disse não à catinga do Sarney: nós não somos sapos para morrer debaixo do pé do boi.
Nós queremos que o PT do Maranhão construa uma aliança popular e democrática com os partidos do PSB, PCdoB, PRB, PDT. Não somos obrigados a ficar aliados, arrastados pelo beiço numa aliança com o PMDB.
Quero parabenizar, aqui nesta Tribuna, os companheiros históricos, na qualidade de Manoel da Conceição, fundador desse partido, que perdeu uma perna na ditadura, no Governo do José Sarney, que fundou o Centru (Centro de Educação e Cultura do Trabalhador Rural) e que está lá resistindo.
Parabenizo também o Lobato, o Bira do Pindaré, Rodrigo Comerciário, o Franklin Douglas, o Márcio Jardim, o Sílvio Bembem, a ex-deputada Terezinha Fernandes, o ex-prefeito de Imperatriz Jomar Fernandes, e o ex-prefeito de Paulino Neves, Antônio da Mata. É esse grupo de militantes do PT que quer eleger a ministra Dilma Rousseff, quer fortalecer o partido, mas que não aceita coligação com o PMDB no Estado do Maranhão.
Queremos, portanto, registrar e repudiar a intromissão indevida, o uso da máquina pública; e, também, dizer aqui que se no segundo turno a governadora Roseana Sarney tentar usar a máquina do Governo do Estado para desequilibrar as eleições nós vamos pedir a abertura de inquérito policial na Polícia Federal, vamos usar os meios judiciais para afastar essa intromissão indevida em um processo interno do PT.
Nós jamais iríamos interferir na eleição do PMDB e não aceitamos que uma candidata, uma governadora de quatro votos, de um outro partido, se intrometa numa eleição interna do partido. Eu sei que ela não tem culpa, porque fracos são aqueles que do PT vão pedir esmola, vão pedir uma muleta na eleição interna do partido.
Portanto, quero aqui exaltar a bravura dos militantes do PT e ressaltar mais uma vez: nós somos a favor da aliança do PMDB com a ministra Dilma Rousseff, com o PT Nacional, mas não somos obrigados a ir, como partido, no Estado cujas lideranças do senhor senador Sarney e da dona Roseana são incompatíveis com a nossa dignidade e com a nossa história. Era esse o registro que eu queria fazer. Muito obrigado”.

Falsos médicos em Bacabal


A Polícia Federal (PF) prendeu, nesta quarta-feira (25), dois homens acusados de exercício ilegal da medicina em Bacabal. Segundo a PF, Alex Cipriano e Oscar Leandro Dias Soares tinham diploma expedido em Cuba, não aceito no Brasil. Alex trabalhava em Peritoró, e Oscar Leandro em São Mateus. Os dois presos foram conduzidos para a delegacia da Polícia Federal em Caxias.

Muitas prefeituras do interior do Maranhão contratam esses médicos que, em início de carreira, aceitam condições um pouco adversas como o difícil acesso a municípios e povoados e a remuneração abaixo da média para a classe. Em Bacabal, por exemplo, vários jovens cursam, atualmente, a faculdade de medicina no exterior, em países como Cuba e Bolívia.



O reconhecimento do diploma dos formados em Medicina em Cuba era automático até 1999, por força de um acordo internacional do qual o Brasil era signatário. A convenção, aprovada e promulgada pelo Decreto Legislativo número 66, de 23 de junho de 1977, e pelo Decreto Presidencial número 80.419, de 27 de setembro de 1977, permitia a validação de estudos, títulos e diplomas de ensino superior na América Latina e no Caribe. O acordo perdeu sua validade em 1999, quando foi revogado por meio do Decreto número 3.007.

As entidades que representam os médicos formados fora do país, a Associação Nacional dos Médicos Formados em Cuba e a Associação dos Médicos Formados no Exterior, defendem a formalização de critérios para validação do diplomas. As entidades argumentam que as universidades cobram acima de R$ 6 mil pela inscrição do interessado na revalidação.

A PÉSSMMA MEDICINA DO MARANHÃO

Em todo o Brasil, os serviços de saúde, e outros, são de péssima qualidade. Aqui em Bacabal, e em todo Maranhão é muito comum as pessoas sentirem um problema, consultar um médico, fazer infinitos exames e nada detectam. Acabam indo para Teresina, capital do Piaui, lá têm seu problema detectado rapidamente.

Isso reflete a péssima qualidade da medicina no nosso estado.

Edivaldo Holanda volta a denunciar irregularidades no governo


O líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Edivaldo Holanda (PTC), em discurso na sessão de hoje (quinta-feira, 26), acusou a governadora Roseana Sarney (PMDB-MA) de ter colocado uma “verdadeira quadrilha dentro do seu governo”.

Ele exemplificou sua afirmação fazendo referências ao artigo publicado pelo deputado Joaquim Haickel (PMDB) no Jornal O Estado do Maranhão, dias após a posse da governadora, pedindo para que tomasse cuidado com a montagem do seu governo.

Segundo Edivaldo, Roseana Sarney fez justamente o contrário do que pediu o seu colega de partido, colocando em seu governo auxiliares como o deputado Ricardo Murad (PMDB), secretário de Saúde, “que aluga aviões e helicópteros para fazer política no Estado, dizendo que é para transportar enfermos”.

O líder da oposição afirmou que todos no Maranhão são sabedores que estes aviões alugados são para fazer política. Ele também disparou crítica a outro auxiliar do atual governo, o deputado Raimundo Cutrim, secretário de Segurança Pública: “enquanto Ricardo Murad aluga aviões para fazer política no estado, as crianças recebem leite apodrecido; enquanto a juventude do Anjo da Guarda faz protesto justo contra a violência campeã, o secretário Raimundo Cutrim dá pontapé inicial em jogo de futebol no interior”.

No mesmo discurso, Edivaldo leu trecho de uma carta que recebeu de um servidor público do Estado, por meio da qual demonstra toda a sua indignação quanto às imoralidades ocorridas hoje dentro da Secretaria de Saúde do Estado. Como exemplo, o servidor anônimo enumera o Diário Oficial do dia 18 de novembro de 2009, que atesta ter a Secretaria de Estado de Saúde dispensado licitação para aquisição de medicamentos de duas microempresas, no valor de um R$ 1.818.565,00.

Afirma a carta que a empresa Mercúrio seria de propriedade de Paulo Braide e a empresa TC1000 de Ademir Serra, proprietário da Gtécnica, empresa que hoje não pode vender nada para o governo, pois não possui nota fiscal eletrônica devido a problemas com sonegação de impostos.

“Como servidor público, fico vendo essas irregularidades e me pergunto como ficam os pacientes que precisam desses medicamentos. A senhora governadora não tem coração, não está vendo que essas empresas não irão entregar os medicamentos e que os pacientes podem morrer. Fica o meu protesto contra essa administração corrupta”, disse o servidor público.

Após a leitura, Edivaldo Holanda entregou a carta ao deputado Chico Gomes (DEM), lider do governo na Assembleia, bem como o Diário Oficial que contém os nomes das duas empresas que teriam sido contratadas com dispensa de licitação. Essas empresas não possuem condições de servir ao Estado porque são sonegadoras contumazes de impostos, declarou Holanda. (Da Agência Assembleia)

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

José Eduardo Dutra é novo presidente nacional do PT



O ex-senador e ex-presidente da Petrobras José Eduardo Dutra (SE) foi confirmado hoje como o novo presidente nacional do PT. O anúncio foi feito pelo atual presidente do partido, deputado federal Ricardo Berzoini (PT-SP), que informou em entrevista coletiva em Brasília que Dutra está matematicamente eleito com 85,9% das urnas apuradas. O candidato angariou, até o momento, 236.206 mil votos, ou seja, 57,9% dos 408 mil votos contabilizados, o que esvazia a hipótese de um segundo turno no pleito. De acordo com Berzoini, a apuração dos votos deve ser finalizada amanhã, no horário da tarde.


Dutra foi eleito para o triênio 2010-2012 e irá coordenar uma eleição presidencial histórica para o PT: a primeira sem o presidente Luiz Inácio Lula da Silva como candidato. Em sua primeira entrevista depois de eleito, Dutra elogiou a atuação de Lula como presidente e afirmou que o PT tem condições de vencer a disputa pela sucessão no Palácio do Planalto "sem sapato alto". O ex-senador ressaltou ainda que, depois dos oito anos de governo Lula, a legenda tem agora um programa de governo concreto para mostrar aos eleitores. "Vamos ter um embate entre dois projetos diametralmente opostos e não será uma eleição fácil", salientou Dutra.


O novo presidente do PT defendeu ainda a saída do governo da pré-candidata petista, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, somente no prazo limite estabelecido pela Lei Eleitoral, em 3 de abril. "A minha opinião pessoal é que ela deve ficar até o final do prazo estabelecido pela lei", comentou. Há dois meses, Berzoini disse que Dilma deveria entregar o cargo em fevereiro de 2010, logo depois que sua candidatura fosse homologada, para iniciar a campanha de rua.


Dutra discordou também de algumas lideranças petistas e defendeu o apoio da legenda ao lançamento do nome do deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) ao governo de São Paulo. Algumas alas petistas em São Paulo são contra a aliança e a favor de uma candidatura própria no Estado. "Se o PSB apresentar o nome de Ciro, devemos avaliar essa alternativa sem preconceito e sem veto com o objetivo de garantir palanques fortes para Dilma em São Paulo e acabar com o comando de 16 anos do PSDB", insistiu Dutra. O ex-senador toma posse na presidência do PT apenas em 10 de fevereiro, na festa de 30 anos do partido.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Roseana Sarney apodera-se de obras de Jackson Lago, diz deputado



O líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Edivaldo Holanda (PTC), denunciou na sessão desta segunda-feira (22) que a governadora Roseana Sarney (PMDB) está se apoderando de importantes obras inauguradas no Maranhão pelo governo de Jackson Lago (PDT), as quais tem sido anunciadas de forma enganosa como se fossem do atua governo.

Dentre estas obras, Holanda destaca as 300 viaturas da Polícia Militar, fruto de um convênio do Estado com o governo federal via Pronasci, viabilizado pela então secretária Eurídice Vidigal (Segurança Cidadã), e o helicóptero do GTA, também oriundo do mesmo convênio com o governo federal. “Tudo entregue agora com alarde como se fosse uma das ações do dito governo atual”.

Edivaldo Holanda citou ainda a construção da ponte da Integração, entre o Maranhão e o Tocantins, iniciada no governo José Reinaldo Tavares (PSB), “e corajosamente prosseguida com recurso próprio do Estado durante o governo Jackson Lago e que só não foi concluída porque o governo do pedetista foi interrompido”.

O líder oposicionista denunciou que a governadora Roseana vai reinaugurar a referida ponte que já havia sido inaugurada no governo anterior como se tivesse sido construída no atual. “A ponte da Integração é considerada uma das maiores obras de engenharia dos últimos anos do Maranhão e do Nordeste e foi construída pelo governador Jackson Lago”.

OBRAS DO PAC

Outra grave denúncia de Edivaldo Holanda é com relação a um dos maiores abandonos sociais do governo Roseana Sarney, segundo ele, que é a paralisação das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Rio Anil.

Trata-se, na avaliação do oposicionista, de uma das maiores ações do governo federal no Brasil, iniciadas no governo de Jackson Lago, cuja contrapartida financeira do Estado foi da ordem de R$ 150 milhões. Os outros R$ 150 foram oriundos do governo federal.

Segundo Holanda, o grupo Sarney, com sua influência em Brasília, “estendeu seus tentáculos e conseguiu fazer um negócio quase da China”, para dividir no meio dessa grandiosa obra social que beneficiaria 15 bairros, 250 mil pessoas e onde predominam palafitas e famílias que convivem ao longo de décadas em cima da lama e sobre as águas do rio Anil.

O projeto do Governo Jackson lago previa ao longo da avenida que contornaria as moradias do PAC, quadras poliesportivas, restaurantes, escolas, centro de saúde, escolas profissionalizantes, enfim, toda uma estrutura para atender à comunidade pobre do eixo Rio Anil. Seriam reformadas cerca de 13.500 residências e construídos 13.500 apartamentos.

Edivaldo Holanda informou que quando o governo Jackson Lago foi interrompido havia 196 apartamentos prontos para serem entregues, mas as obras foram imediatamente paralisadas, da mesma forma como estagnou o grande projeto de polícia nos bairros, ocasionando o aumento estúpido da violência.

De acordo com Holanda, o governo de Roseana paralisou as obras do PAC Rio Anil da mesma forma como parou outras obras no estado. Os 196 apartamentos entregues pela governadora sob pressão da comunidade também foram construídos na gestão de Jackson. “Vejam como o governo anterior tem salvado este governo”, acrescentou.

Na esteira das obras de Jackson aproveitadas por Roseana, ele lembrou do projeto do hospital regional na região da Baixada, que deveria ser construído com recursos repassados pelo Estado no governo anterior ao Município de Pinheiro e que agora será construído pelo secretário Ricardo Murad (Saúde).

Edivaldo Holanda garantiu que esta obra do hospital “não é coisa séria. É obra para desviar recursos, dinheiro para as eleições do ano que vem”. Afirmou que todos os recursos conveniados com as Prefeituras na administração estadual passada foram “surrupiados” no governo atual.

“Eram obras que já estavam contratadas para os Municípios, mas agora quem vai construir, na sua grande maioria, é o secretário Ricardo Murad com as suas empresas familiares”, denunciou Holanda.

Fazendo um balanço das obras anunciadas por Roseana Sarney, Edivaldo afirmou que de um lado estão as do governo Jackson Lago salvando o atual governo e do outro, a iniciativa privada do Brasil e do mundo sendo anunciadas como obras também desse governo. Ele citou como exemplos os outdoors que a mídia governista mandou espalhar sobre a Alumar e a Hidrelétrica de Estreito como sendo tábuas de salvação garantidas pelo atual governo. (Da Agência Assembleia)

Washington Luís depois das eleições do PT

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

PROGRAMAÇÃO DO 1º ENBLOG - MA

O PT de Sarney é contra o progresso do Maranhão

O PED processo de eleição direta do PT movimentou a classe política, durante todo o domingo. O Partido dos Trabalhadores realizou eleição para escolher os nomes que presidirão o PT nas camadas nacional, estaduais e municipais, nos próximos dois anos.
A eleição interna no partido do presidente Lula, atraiu a atenção de toda a sociedade, além é claro, dos olhares das liderançs políticas que comandam cada região do Brasil.
No Maranhão não poderia ser diferente, a oligarquia Sarney, que durante décadas comanda a política, conseguiu infiltrar seus tentáculos no partido que durante anos fez oposição e lutou contra os abusos praticados por políticos subservientes ao regime militar, que perseguindo, prendeu, torturou e matou trabalhadores, estudantes e cidadãos de bem.
Sarney aos poucos tenta mandar em Lula, para isso articulou uma liderança PETISTA/SARNEYSISTA, para dominar os processos internos do PT, usando a justificativa de apoiar a candidata da ministra Dilma Rusself, à presidência da república em 2010. Tudo muito fácil, o presidente Lula ganha a Dilma e os Maranhenses por tabela, serão obrigados a aceitar Roseana Sarney, mais quatro anos no governo estadual.

Dinheiro falso em Bacabal


Dinheiro falso em Bacabal
O dinheiro falso pode está nas mãos de bandidos ou de pessoas comuns e honestas que fizeram o saque dos mesmos em caixas eletrônicos e não tiveram o devido cuidado de examinar e verificar a originalidade das notas. Saques de dinheiro falso já aconteceram em caixas eletrõnicos de Bacabal, Lago da Pedra e com certeza em diversas outras cidades.

BANDIDOS COM DINHEIRO FALSO EM BACABAL



Dois homens foram presos na noite do dia 19, na cidade de Bacabal, por estarem fazendo uso de dinheiro falso. Debson de Jesus Camara Pinheiro (19) e João Francisco Barros (27) foram flagrados com R$ 1.250 em notas falsas. Os acusados residem no município de Viana e escolheram o bairro Esperança, em Bacabal, para aplicar o golpe. Eles faziam pequenas compras em comércios do bairro, passando as notas falsas e recebendo notas verdadeiras como troco. A dupla usava apenas cédulas de R$ 5.

Após denúncia do comerciante Antonio Alves Sousa, uma patrulha da Força Tática conseguiu prender os mesmos. Apesar de estarem trafegando no veiculo Corsa Sedan, verde, placas HPG 1426 – São Luis, os dois acusados deixaram o veiculo em um local próximo do bairro Esperança e andavam a pés para facilitar a abordagem nos comércios. No interior do veículo foi encontrada uma agenda com a discriminação do total de cédulas e o nome das cidades onde as cédulas seriam usadas.

NOTAS FALSAS NO CAIXA ELETRÕNICO DO BANCO DO BRASIL DE BACABAL E LAGO DA PEDRA

Não faz muito tempo um amigo meu sacou cédulas falsas no banco do Brasil de Bacabal. Ele sacou 200 reais, vieram duas cédulas de cem reais. Ao observar notou que uma das notas era totalmente diferente da outra. Imediatamente chamou o segurança e o fato foi comunicado ao gerente, que ao constatar a falsificação, fez a reposição com dinheiro original.

Alguns amigos meus de Lago da Pedra contam que o mesmo fato aconteceu lá. Porém com um prejuízo bem maior. Conta-se que um homem sacou mil reais no caixa eletrônico num final de semana. Não observou direito e quando foi gastar o dinheiro, 10 cédulas de 100 reais totalmente falsificadas.

Por isso meus amigos, façam como eu: ao sacar o dinheiro, examine minunciosamente e ao constatar qualquer diferença, chama imediatamente o segurança!

COMO RECONHECER NOTAS FALSAS?

Para que você possa responder a esta pergunta, basta seguir as orientações do próprio BC, verificando atentamente certos detalhes:

- Marca d'água: segure a cédula contra a luz, olhando para o lado que contém a numeração (valor da nota). Observe na área clara à esquerda: as cédulas de R$ 50 e R$ 100 (preferidas dos fraudadores, representando, juntas, 90% das notas apreendidas) apresentam como marca d'água a figura da República.

Já as de R$ 1, R$ 5 e R$ 10 podem apresentar a figura da República ou a Bandeira Nacional. A cédula de R$ 2 apresenta a figura da tartaruga marinha com o número 2, enquanto a de R$ 20 tem como marca apenas a figura do mico-leão-dourado com o número 20.

- Relevo: sinta com os dedos o papel e a impressão. O papel legítimo é menos liso do que o comum. A impressão apresenta relevo na figura da República, onde está escrito Banco Central do Brasil e nos números do valor da cédula.

- Registro coincidente: o desenho das Armas Nacionais de um lado deve se ajustar exatamente ao mesmo desenho que se encontra na outra face da nota.

sábado, 21 de novembro de 2009

Maranhão cresceu nos governos Zé Reinaldo e Jackson, constata IBGE


O Maranhão foi o Estado nordestino que mais cresceu em 2007, com uma taxa real de 9,1 por cento. A revelação foi feita com a divulgação da pesquisa Contas Regionais 2007, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE.

Os resultados de dois anos atrás não foram isolados. O Maranhão teve um crescimento consistente entre 2002 e 2007, segundo a mesma pesquisa. A renda por pessoa passou de 2 mil 637 reais em 2002 para 5 mil 165 reais em 2007, um salto de 95,8 por cento, ou seja, quase o dobro.

O período pesquisado corresponde ao governo de José Reinaldo e ao primeiro ano de Jackson Lago, quando o Maranhão apresentou taxas de crescimento mais elevadas do que o Brasil e do que o Nordeste.

Apesar do avanço durante cinco anos consecutivos, a renda por pessoa do maranhense é a segunda pior do Brasil, estando à frente, apenas, da do piauiense, o que mostra a necessidade de se prosseguir no caminho que vinha sendo seguido pelos dois últimos governos de José Reinaldo e Jackson Lago.

Infelizmente esse ciclo de crescimento foi interrompido com o retorno da oligarquia ao comando do Estado. A mudança nas políticas públicas deverá resultar na volta ao atraso que caracteriza o período oligárquico no Maranhão.

Os resultados da pesquisa do IBGE também desmascaram a propaganda que vem sendo feito pelo governo da senhora Roseana Sarney, que mostra na televisão de propriedade da sua família um Estado que existe apenas no mundo da fantasia.

No Maranhão real, o esforço que foi feito pelas equipes de governo de José Reinaldo e Jackson Lago está sendo destruído pelo governo nascido do golpe judiciário de abril. (Da Central de Notícias)

Viva O me Engana


Por Felipe Klamt - Com Continuação

Mais uma vez o governo eletrônico voltou à ativa com sua propaganda “me engana”, o lançamento de três programas numa tacada chamou a atenção dos especialistas políticos.

Hoje, encontrei um experiente militante, daqueles que tem que ter governo para ser contra, que foi logo definindo o futuro destes velhos e manjados programas. Na definição dele o Viva Água veio para desentupir os canos da CAEMA, para ele o maior benefício para a população necessitada não é ficar sem pagar a conta de água é ter o precioso liquido nos canos.
Ele chegou à conclusão que este governo é contra a melhoria de qualidade de vida dos pobres que para serem agraciados pelo programa Viva Luz não podem ter nem uma geladeira para beber uma água gelada vinda do programa Viva Água, se bem que como não tem água nas torneiras para que geladeiras?

A grande dúvida dele está no programa Viva Casa, ele não compreende como podem querer construir casas de alvenaria se os principais personagens deste governo afirmaram que morar em casa de taipa era uma questão cultural e não viam nada demais morar em uma casa de barro e coberta de palha.

Para completar a genial leitura, ele me falou que atualmente a sua maior vontade era ver os dirigentes estaduais fazendo um test-drive numa arejada casa de taipa, consumindo esta água abundante e sendo iluminados pelo “clarão” da luz gratuita. Que vida.

O Tribunal de Justiça do Maranhão tem novos dirigentes


Os desembargadores Jamil Gedeon, Cleonice Silva Freire e Antonio Guerreiro Júnior foram eleitos na manhã desta sexta-feira presidente, vice-presidente e corregedor do Tribunal de Justiça do Maranhão, numa eleição aparentemente tranqüila.

Eles tem a missão de resgatar a credibilidade do Tribunal. O desembargador Stélio Muniz poderia desputar a presidência e não compareceu à votação.


A posse da nova direção do TJ está amarcada para o dia 18 de dezembro

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Homem mata a ex-esposa e a filha em Bom Lugar

BOM LUGAR – Uma verdadeira tragédia aconteceu no fim da manhã desta sexta-feira (20) no povoado Livramento, localizado na cidade de Bom Lugar (a 290km de São Luís). Segundo informações, um homem, identificado apenas como “Riba Patrício” assassinou três mulheres, sendo que uma era sua ex-esposa e a outra sua filha.


O crime


De acordo com testemunhas, “Riba Patrício” chegou à residência da ex-esposa, Lucinda Oliveira Passos, de 53 anos, armado com e uma faca. Há alguns dias, Lucinda havia se separado de “Riba”, que descontente com a decisão da ex-esposa, a procurou nesta sexta-feira e a assassinou a facadas.


No momento do crime, além de Lucinda, estavam dentro da casa a filha do casal, Valdiran Oliveira Passos, de 36 anos, e Mirian da Silva Viana, de 29 anos, que seria cunhada de Valdiran.


Ao ver sua mãe no chão, Valdiran tentou socorrê-la, mas foi atacada pelo pai, que a matou a facadas. Após assassinar a ex-esposa e a filha, o autor do crime partiu para cima de Mirian da Silva Viana, e aplicou vários golpes de faca. Ela ainda foi encaminhada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.


Após os três assassinatos, o homem fugiu do local. Foi então que populares começaram uma busca para encontrar “Riba Patrício”, com o objetivo de linchá-lo. A polícia já foi acionada e se deslocou ao povoado.


Prisão


Minutos depois, os policias conseguiram prender “Riba Patrício”. No entanto, o autor dos crimes foi transferido para a cidade de Bacabal por motivos de segurança. Isso porque a população do povoado Livramento queria linchá-lo.


Clima tenso


O repórter Domingos Ribeiro, no programa “Rádio Patrulha”, da Rádio Mirante AM, conversou com alguns moradores do povoado Livramento. Segundo as pessoas entrevistadas, o clima na região ficou muito tenso.


- O clima é terrível no povoado porque o pessoal está muito assustado. O pessoal da comunidade está correndo atrás dele [“Riba Patrício”] – disse uma moradora identificada como Lucélia.


Quem também confirmou o clima de tensão no povoado, foi outro morador, que informou que alguns populares estão à procura do autor dos assassinatos para linchá-lo.


- Tá um alvoroço aqui e ele desapareceu. Tem muito homem atrás dele. Tá perigoso o pessoal linchar ele – disse Neto, morador do povoado Livramento.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Deputado Edivaldo Holanda enquadra Ricardo Murad


Robert Lobato

O líder da oposição, deputado Edivaldo Holanda (PTC), tomou a iniciativa de enquadrar o secretário de Saúde Ricardo Murad através de dois requerimentos encaminhados à Mesa da Assembleia Legislativa.

No primeiro requerimento, o petecista solicita que o presidente Marcelo Tavares (PSB) que seja encaminhado ofício à Procuradora Geral de Justiça, Fátima Travassos, adote procedimentos investigatórios junto à Secretaria comandada por Ricardo Murad quanto à contratação de um helicóptero e de um avião a pretexto de prestar serviços à referida secretaria.

Já no seguinte requerimento, Edivaldo Holanda deseja que o parlamento maranhense encaminhe ofício ao próprio secretário Ricardo Murad preste informações sobre o tal contrato de prestação de serviços das duas

aeronaves, destacando:

1.Exposição de Motivos justificando a necessidade de aeronaves para os serviços da secretaria da Saúde citando a espécie dos referidos serviços

2.Cópia dos jornais de grande circulação que publicaram o edital.

3.Caderno do processo de licitação constando: edital, diário oficial que fez a publicação, propostas, julgamento, empresa vencedora.

4.Prazo de vigência do contrato, preço, forma de pagamento e origem dos recursos.

5.No caso da dispensa da licitação, encaminhar cópia do parecer justificando a inexigibilidade, bem como cópia do diário que publicou o extrato.

6.Cópia do Memorial Descritivo do tipo de cada aeronave, descrevendo os equipamentos que são dotados para o atendimento de emergência durante o vôo (UTI do ar).

Nesse sentido, o deputado Edivaldo Holanda mostra mais uma vez que está afinado com uma das principais funções do Poder Legislativo que é fiscalizar o Executivo. E se tratando desse executivo maranhense, meus caros… Aja fiscalização! (Do blog do Robert Lobato)

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Vem aí o 1º Encontro de Blogueiros do Maranhão


É com muito prazer que através deste lhe convido a participar do 1º Encontro de Blogueiros do Maranhão – 1º ENBLOMA. Será um evento onde blogueiros, comunicadores em geral e leitores baterão papo e discutirá em que pé estamos e quais os planos mirabolantes de cada um.
Entre os convidados que confirmaram presença, temos além deste que vos escreve outras feras da blogosfera de grande renome estadual e diversos comunicadores locais!

Local do Evento:
Auditório do Sindicato dos Trabalhadores

Avenida Rodoviária, centro – às margens da BR – 135 bem em frente ao Banco do Brasil.


Data e horário:
Sábado, dia 28 de novembro, a partir das 9h


O evento está aberto aos Blogueiros, Leitores e comunicadores e o público de modo em geral.



Organização
Jônatas Carlos
BLOG SAO MATEUS EM OFF
O blog oficial de São Mateus do Maranhão
a 1 ano no AR com você!

Parceiro
Cleyton Ferreira
BLOG CIDADANIA

sábado, 14 de novembro de 2009

Marcelo e Holanda criticam mídia 'enganosa' do governo


O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Tavares (PSB), e o líder do Bloco Parlamentar de Oposição, deputado Edivaldo Holanda (PTC), voltaram a criticar, durante pronunciamentos feitos na sessão desta quinta-feira (12) da AL, o que eles chamaram de mídia enganosa propagada pelo governo do Estado.

Marcelo Tavares, mais uma vez, fez referência às declarações do senador Lobão Filho (PMDB), filho do ministro Edison Lobão (Minas e Energia), que, em recente entrevista à TV Mirante, de propriedade do grupo Sarney, afirmou não existir nenhuma garantia de que a Refinaria Premium, da Petrobras, será instalada no Maranhão.

Segundo o presidente da Assembleia, a afirmação do senador maranhense coloca por terra a propaganda enganosa divulgada pelo governo Roseana Sarney sobre a vinda do empreendimento. “O ministro Lobão pode estar até fazendo um grande esforço para que este empreendimento venha para cá. Mas, de fato, não existe nenhuma garantia. Sou totalmente favorável à instalação da refinaria em nosso Estado. O que não concordo é com a enganação.

O governo estadual, através da sua mídia, passa para todo o povo maranhense uma informação falsa [de que o empreendimento já está garantido], gerando enorme expectativa em milhões de pessoas. É com isso que não concordo”, afirmou Tavares.

Na avaliação do presidente, ao anunciar, de forma mentirosa, que a instalação da refinaria no Maranhão é fato consumado, o governo Roseana Sarney, além de ferir princípios da administração pública, como o da impessoalidade, promove ameaças ao povo maranhense. “Passam, por meio da mídia enganosa, a informação de que, caso os eleitores não votem na Roseana, a refinaria não virá para o Maranhão. Isso é ameaça política”.

Edivaldo Holanda classificou a administração Roseana Sarney como um governo de sofismas, enganação e mentira. “A única coisa que esse governo sabe fazer é mídia mentirosa. Tentam enganar o povo com o único objetivo de se beneficiar eleitoralmente”, disse.

Glaucio Ericeira
Agência Assembleia

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

MP acusa propaganda do governo Roseana Sarney de fazer promoção pessoal e pede a sua retirada do ar


Por Raimundo Garrone

O Ministério Público entrou na Justiça para que seja retirada imediatamente do ar a propaganda do governo. O MP entende que a campanha que é veiculada na TV é exclusivamente para promover pessoalmente a governadora Roseana Sarney.

A Ação Civil Pública, com pedido de tutela antecipada, foi dada entrada terça-feira e é assinada pelos promotores de defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, João Leonardo Sousa Pires Leal e Marcos Valentim Pinheiro Paixão.

Na Ação, de 19 páginas, eles apontam sejam nas palavras ou nas imagens, o culto à personalidade da filha preferida do senador José Sarney.

Ela pode tudo

A recente entrega das viaturas à Polícia Militar, que é um dos motivos da propaganda do governo, os promotores dizem que a vinheta faz menção às aquisição das viaturas pelo Estado, mas se inicia com imagem da governadora Roseana Sarney “caminhando à frente de um pelotão de policiais militares, com o claro intuito de atribuir o ato do Estado a sua pessoa”.

Os promotores também observam que é mostrada reunião da qual participam a chefe do Executivo e inúmeros secretários de estado, e é colocado o áudio, onde Roseana faz uso indevido da primeira pessoa, na clara tentativa de atribuir a si a compra das viaturas policiais, personalizando a atividade pública”.

E assim vai peça publicitária por peça publicitária. A propaganda da implantação da Suzano e da aciaria, o painel empresarial, dentre outras.
Em todas Roseana personaliza as obras do estado, como obras suas, deslocando uma realização pública para a área privada, “em que as iniciativas pessoais são exaltadas com extrema facilidade”.

O MP também aponta promoção pessoal no informativo “o futuro já chegou”, que fora distribuído pelo jornal O Estado do Maranhão”, na edição de 18 de outubro passado.

Este, é sobre o Painel Empresarial 2009. Em 12 páginas, o informativo exibe fotografias tiradas no evento, em que aparecem políticos e empresários apresentando à platéia medidas de empreendedorismo tomadas pelo Estado, e transcreve os discursos, nos quais é citado inúmeras vezes o nome de Roseana Sarney, “o que revela o claro intuito de divulgar estritamente a sua pessoa, e não as ações da administração pública”, dizem os promotores.

O Estado sou eu

A utilização da primeira pessoa e o uso indiscriminado de imagens de Roseana Sarney na publicidade oficial, segundo os promotores, enfraquece o sentido da coisa pública e inverte a finalidade da própria República, que deveria ser coisa do povo e para o povo, e não coisa do povo em benefício próprio, ou em promoção pessoal, como está bem acentuado na conduta do atual governo ao fazer a publicidade de suas ações.
De acordo com João Leonardo e Marcos Valentim, a publicidade da administração pública deve demonstrar promoção do órgão público executor da medida, para que o cidadão tenha absoluta certeza da existência e eficácia do Poder Público, que é permanente, ao contrário do administrador, que tem prazo fixo em sua gestão.
Ao personificar as ações do governo em Roseana Sarney, a estratégia é criar na população a expectativa de que o governo do estado também é passageiro, causando a impressão de que o Poder Público tornar-se-á ineficaz, com o fim do seu mandato.
Agora só falta a promotoria de Defesas do Consumidor, pois muito dessa propaganda é enganosa.

A volta do guerreiro



Por Robert Lobato

Bastaram três sessões para que a Assembleia Legislativa voltasse a ser palco de intensos debates e pronunciamentos que expõem o lado nefasto do governo biônico da governadora Roseana Sarney. Deve-se a isso à volta do guerrilheiro do nosso parlamento, deputado Edivaldo Holanda (PTC).

Logo no primeiro dia do seu retorno à arena parlamentar, Edivaldo Holanda tratou da baderna juvenil-sarneisista do PMDB ocorrida no Sindicato dos Bancários durante lançamento do livro Honoráveis Bandidos.
No seu discurso, o líder da oposição chegou a sugerir que o ocorrido no lançamento do Best-Seller de Palmério Dória, teria o dedo do secretário de Saúde Ricardo Murad.

Ontem (10), Edivaldo Holanda fez um duro discurso contra o descaso do governo estadual com a Segurança Pública, chegando a lembrar que o Maranhão pode perder recursos do Pronasci porque a política de Segurança Cidadã foi abandonada pela governadora Roseana Sarney e pelo secretário Raimundo Cutrim.

Ainda na sessão de ontem, o presidente do PTC denunciou mais uma das maldades de Ricardo Murad, dessa vez acusando- o de patrocinar uma espécie de holocausto contra 222 transplantado de rins no Maranhão, tal a dificuldade que o secretário de Roseana tem criado para que os pacientes consigam adquirir os remédios para o seu tratamento.

Já na sessão desta quarta-feira, o bravo deputado enfrentou o debate político com a base governista ao propor que a Casa constituísse uma moção de desagravo ao Sindicato dos Bancários, devido ao episódio ocorrido durante o lançamento do livro “Honoráveis Bandidos”.

O discurso do deputado Edivaldo Holanda fez com que o presidente da Assembleia, deputado Marcelo Tavares, pedisse a parte para afirmar: “o que me entristece, deputado Edivaldo Holanda, é o que está acontecendo após esse episódio do lançamento do livro e, independente do que é tratado naquele livro, para todos nós do Maranhão, eu acho que existe uma única palavra que traduz com perfeição ao que nós estamos assistindo hoje, deputado Edivaldo, e essa palavra é intolerância. É o desrespeito ao contraditório, é o desrespeito à democracia”.

Ou seja, durante duas semanas que o líder da oposição passou fora, foram suficientes para que a sociedade maranhense, não somente sentisse a sua falta, como o próprio parlamento perdesse um pouco do seu papel principal que é debater as grandes questões do estado, goste ou não o governo e a sua base na Assembleia Legislativa.

Ah, uma curiosidade: a volta do deputado Edivaldo Holanda fez também com que a honorável bancada governista saisse “de fininho” do plenário. Seja bem-vindo deputado Edivaldo Holanda, nosso guerrilheiro do parlamento. O povo maranhense agradece.

tudo acabou em cordel!!!!!!!!

quero contar uma historia
ocorrida em Bacabal
um grupão bem preparado
com um plano genial
enganou toda cidade
numa tacada sem igual

olhe bem preste atenção
no que agora vou contar
isso é historia real
que ocorreu neste lugar
um governa a cidade
o outro é parlamentar

numa jogada de mestre
ate compadre se agride
fala, berra, usa o verbo
fingindo está em atrito
a verdade é que os dois
ganharam tudo no grito

o partido do rapaz
que hoje deputado é
era o mesmo que na época
era daquela mulher
que foi esposa do outro
que brigava com o Zé

o pior é que a briga
só trouxe lucro e vitória
bastante conveniente
brigar esperando gloria
eu também não entendia
só to entendendo agora

acontece meus amigos
que é um super grupão
formado por muita gente
isso pode dar questão
quem ficar de camarote
não vai perder nada não

no ano 2010
eu quero ver no que dar
tanta gente esperando
apoio para ganhar
o pior é a confusão
que isso pode causar

só preste atenção amigo
e ouça o que vou dizer
as entrelinhas da coisas
pode te surpreender
tem briga que não existe
só isso eu posso dizer

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Carta de Palmério Dória e Mylton Severiano enviada à ABI e Fenaj

Os jornalistas abaixo-assinados, Palmério Dória e Mylton Severiano, denunciam aqui a ação fascistoide de um grupo de jovens, a mando do grupo ligado a José Sarney, em São Luís do Maranhão.


1. Antecedentes. Palmério, autor do livro Honoráveis Bandidos, da Geração Editorial, e Mylton, co-autor, a convite de jornalistas de São Luís, aceitaram lançar o livro na capital maranhense, ontem, dia 4 de novembro de 2009, às 19 horas. Para começar, nenhuma grande livraria local, ou entidade, aceitou promover o evento, além do que nem sequer aceitam o livro em suas prateleiras. Até que, lembrado o Sindicato dos Bancários, suas portas se nos abriram e para ali ficou marcado o lançamento. Na antevéspera, mais um ato que lembra métodos fascistas: a empresa responsável pelos outdoors que anunciavam o evento devolveu o dinheiro aos promotores e mandou “raspar” as peças.

2. O clima à nossa chegada, na terça, véspera do ato, começou a ficar “esquisito”, quando na coletiva à imprensa, numa sala do Sindicato, alguns colegas nos perguntaram se a gente não tinha “medo”. Falou-se em “corte de energia” durante o evento, brincou-se com a possibilidade de cada um levar uma vela, e alguns dos colegas não descartaram até atos de violência. À noite, em programa ao vivo na rádio Capital, vários ouvintes nos alertaram para aquelas possibilidades – “ele são capazes de tudo”, “cuidado”.

3. Ontem, quarta, no fim da manhã, uma colega, Jane Lobo, mais realista, aconselhou – e acatamos – a pedir proteção.

4. Veio a noite. O auditório do Sindicato dos Bancários, na Rua do Sol, estava superlotado, havia muita gente em pé Um ambiente familiar – gestantes, gente idosa, crianças pequenas e grandes, estudantes. Por ali passaram mil pessoas.

5. Iniciada a sessão pelo coordenador Marcos Nogueira, quando Palmerio passa a falar sobre o conteúdo do livro, eis que do nosso lado direito uma vintena de jovens, na maioria rapazes e umas poucas moças, prorrompem em berros, aos poucos distinguimos “Jackson ladrão, envergonha o Maranhão”, “mentira”, “viva Sarney”. As pessoas mais próximas se levantam e se afastam, abrindo um claro. Os baderneiros abriram suas camisas, pondo à mostra uma camiseta em que se lia Navalhada de Bandidos e atrás de grades Jackson Lago, o governador que a família Sarney derrubou num golpe do judiciário. Dentre os baderneiros, um rapaz, possesso, ergueu uma das pesadas cadeiras e a arremessou na direção do palco onde estávamos. Imediatamente uma chuva de objetos voou sobre a mesa – bolas de papel molhado, ovos e até pedras – junto com xingamentos e outros impropérios.

6 Seguiu-se um quebra-quebra, pancadaria, promovida pelos baderneiros.

7. Passada a estupefação, os presentes mais os seguranças providenciados pelo Sindicato passaram a expulsar os baderneiros do local aos tapas e empurrões. Boa parte do público se retirou, preocupada, “eles vão voltar”.

8. Reiniciado o ato, os presentes cantaram Oração Latina, puxada ao violão pelo cantor e compositor Cesar Teixeira. A platéia e políticos, das mais diversas extrações, se deram as mãos durante o canto.

9. Felizmente nenhuma criança se feriu. Uma pessoa das relações de Jackson Lago foi buscar seu carro na rua de trás do Sindicato, Rua dos Afogados, e testemunha: ali havia cinco viaturas da PM, esperando o quê, não se sabe E, praticamente no mesmo instante, menos de cinco minutos depois, Décio Sá, jornalista “guerrilheiro” dos Sarney, que se encontrava em Fortaleza, já postava em seu blog notícia em que os baderneiros viraram estudantes que protestavam contra o lançamento do l ivro e “foram atingidos por cadeiras, pedras, socos e pontapés e revidavam como podiam”.

10. Enquanto os autores retomavam a sessão, um grupo foi à delegacia de polícia mais próxima registrar B.O., Boletim de Ocorrência. Dissemos que os baderneiros vieram a mando do grupo ligado a José Sarney e eles próprios, desastrados, se encarregaram de deixar prova cabal: uma moça, Ana Paula Ribeiro, tida nos meios estudantis como “estudante profissional”, ao sair correndo deixou cair a bolsa, com sua identidade dentro. A moça trabalha simples mente com Roberto Costa, secretário de Esporte e Juventude da governadora Roseana Sarney.

11. Toda a confusão armada pelos baderneiros foi fotografada e filmada por profissionais contratados pelo evento.

12. Mesmo com este ataque fascistoide, Palmerio e Mylton assinaram mais de 500 livros, o que demonstra a sede de informação sobre a família que há meio século governa o Maranhão.


Palmerio Dória e Mylton Severiano



São Luís, 5 de novembro de 2009