quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

ROBERTO HILLEY PRESIDENTE DO PTS DO MARANHAO E RONALDO GUALBERTO PRESIDENTE NACIONAL DO PTS




O Partido da Transformação Social (PTS),vem cada vez mais se destacando no Estado do Maranhão, através das comissões municipais, procurando engajar-se nas lutas sociais, e conscientizado a população, quanto à importância de se implantar um partido que se preocupe em proporcionar qualidade de vida ao cidadão. Um dos principais objetivos do PTS é lutar pelos direitos do povo, e contra os de mandos do poder público.
O PTS Maranhão, liderado pelos jovens; Roberto Hilley, Wilmário França Lopes, Renato das fitas, José Feitosa, Jackson, Poeta entre outros, vem traçando projetos de cunho político-social em todo estado, destacando as comissões municipais de Codó e Timon, que tem a frente os companheiros; Zé Adilson e Branco, Já com os projetos de mutirões da cidadania, previsto para o mês de janeiro de 2011, onde serão realizados trabalhos de assistência integral ao cidadão, evento este, que já foi realizado pelo município de Caxias na organização dos companheiros Antonio Alves e Fernando, em conjunto com as instituições, municipais do estado, que abrilhantaram na ocasião o referido evento, que contou com a presença da comissão estadual do partido, dando assim forte apoio às comissões municipais do Estado. ¨ E relevante a importância da realização destes mutirões, que facilitam o acesso a serviços sociais e de saúde à população menos favorecida, que as vezes não tem acesso a esses serviços¨. Palavra de Roberto Hilley, presidente estadual do PTS.
Dentre os projetos do PTS Maranhão, está a sistematização do partido no estado, com a criação do site, e a breve inauguração de sua sede estadual na capital do estado São Luis.
Aconteceu recentemente, nos dia, 6 e7 de Dezembro de 2010, uma extraordinária reunião geral com todas as comissões estaduais do partido no Brasil, onde trataram de assuntos de interesses políticos partidários, esteve presente o jovem Roberto Hilley, representando o estado do Maranhão, onde destacaram a importância da comissão no contexto nacional.

2 comentários:

  1. Achei interessante a matéria. Vou passar a acompanhar mais de perto.
    Abraços.

    ResponderExcluir